Sábado, Maio 28, 2022
31.1 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoFamalicão adere à Rede Portuguesa de Cidades Interculturais

Famalicão adere à Rede Portuguesa de Cidades Interculturais

CM Famalicão

Famalicão vai juntar-se às 13 cidades portuguesas que integram a Rede Portuguesa de Cidades Interculturais (RPCI) e, nessa qualidade, tornar-se-á uma das cidades participantes do programa europeu «Cidades Interculturais» do Conselho da Europa. A adesão de Famalicão foi aprovada, por unanimidade, na última reunião do executivo municipal.

A Rede Portuguesa de Cidades Interculturais é uma rede constituída pelas cidades de Albufeira, Amadora, Beja, Braga, Cascais, Coimbra, Lisboa, Loures, Oeiras, Portimão, Santa Maria da Feira, Setúbal e Viseu – a que Famalicão agora se junta -, sendo parte de uma rede internacional de 141 municípios em todo o Mundo, empenhadas em criar cidades mais inclusivas. Tratam-se de “concelhos onde o executivo, e todas as pessoas que trabalham no município, estão empenhadas em promover ativamente a Diversidade local, acolher famílias recém-chegadas e assegurar que todas as pessoas se sentem incluídas”, é possível ler no manifesto da RPCI.

A RPCI foi constituída em 2012, decorrente da Rede Europeia de Cidades Interculturais (RECI), cujo programa «Cidades Interculturais» – Intercultural Cities Programme (ICC) – é gerido pelo Conselho da Europa. Trata-se de uma rede para a promoção da cooperação entre as comunidades locais e os representantes políticos no âmbito da diversidade cultural, surgindo no sentido de apoiar as cidades na revisão das suas políticas, através de uma lente intercultural, assim como no desenvolvimento de estratégias interculturais abrangentes, para ajudá-las a perceber a vantagem da diversidade e a geri-la de forma positiva.

Este passo de Famalicão surge no seguimento da aposta estratégica da Câmara Municipal de fortalecer os laços interculturais e a integração social dos cidadãos estrangeiros no seio da comunidade famalicense.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS