Quinta-feira, Abril 25, 2024
12.7 C
Braga
AtualidadePolíticaCDU esteve em Terras de Bouro onde reclamou uma nova política para...

CDU esteve em Terras de Bouro onde reclamou uma nova política para “defender o mundo rural”

© CDU

Uma comitiva da CDU esteve em Terras de Bouro onde reclamou uma nova política para “defender o mundo rural”.

A primeira candidata do partido pelo Círculo de Braga, Sandra Cardoso, esteve naquele concelho em contacto com a população e comerciantes. 

A delegação da CDU defendeu o mundo rural e a pequena e média agricultura através de “uma política diferente da atual”. “Uma política que assuma como central a defesa da produção nacional e defina a agricultura familiar como pilar essencial para concretizar esse objetivo”, disseram os candidatos.

Sandra Cardoso lembrou que “o défice da balança agro-alimentar continua em valores inaceitáveis, estimando-se cerca 3000 milhões de euros. Ao contrário das teses que nos dizem que o país é pobrezinho, que não pode produzir o que é preciso para alimentar o povo português, a vida vem provando que, com as políticas adequadas, é possível produzir mais e substituir importações por produção nacional”.

A CDU reclama uma política que, entre outras, “garanta o escoamento da produção a preços justos, a começar pela aquisição por parte dos serviços do Estado, como cantinas escolares por exemplo. Os produtos nacionais e a promoção dos mercados locais de circuitos curtos são medidas de apoio à agricultura familiar com a implementação prática do seu Estatuto, no plano fiscal e no apoio a investimentos, assim como a redução dos custos de produção – combustíveis,pesticidas, sementes, adubos”, defendendo “o direito ao livre uso das sementes”, mas rejeitando a sua “privatização”.

Urge também combater a ditadura dos gigantes da grande distribuição e a fiscalizar as importações. Continuamos a assistir a juras de amor eterno por parte da grande distribuição à produção nacional, mas basta entrar num grande supermercado para ver que assim não é”, rematou Sandra Cardoso.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES