Quinta-feira, Junho 20, 2024
18.9 C
Braga
AtualidadePolíticaRicardo Araújo quer “mais e melhores” transportes públicos em Guimarães

Ricardo Araújo quer “mais e melhores” transportes públicos em Guimarães

O líder do PSD Guimarães quer melhorar a frequência, os horários e as rotas de abrangência do serviço.

© Ricardo Araújo

O líder do PSD Guimarães, Ricardo Araújo, defendeu a “necessidade de ajustamentos” à oferta do transporte público de passageiros no concelho de Guimarães no sentido de “melhorar a frequência, os horários e as rotas de abrangência do serviço”, a par da “simplificação no acesso às medidas de redução tarifária” para os cidadãos.

“O serviço de transportes públicos não chega a todo o concelho, discriminando alguns cidadãos, pelo que se torna fundamental alargar esta oferta, realizar ajustamentos nas rotas disponíveis que permitam uma maior cobertura do território e aumentar a frequência desta oferta”, justificou Ricardo Araújo.

De igual modo, Ricardo Araújo também voltou a reclamar “a simplificação no acesso às medidas de redução tarifária para os cidadãos que utilizam os transportes públicos no concelho de Guimarães”. “Tem que se melhorar a comunicação e simplificar o acesso às medidas por parte dos cidadãos, de forma a que as pessoas beneficiárias dessas reduções possam aceder com facilidade às medidas em vigor”, considerou o líder e vereador social-democrata.

Para Ricardo Araújo, todas aquelas medidas “são fundamentais para que exista um serviço efetivo de qualidade, que sirva bem os nossos cidadãos, para que exista fiabilidade e para que este importante serviço possa efetivamente chegar ao maior número possível de lugares e pessoas do nosso concelho, para que, por esta via, seja também mais fácil aumentar a utilização do transporte público”.

Assinalando que já “passaram cerca de dois anos e meio” depois da entrada em vigor da concessão dos transportes públicos no concelho de Guimarães à Guimabus, o líder e vereador do PSD voltou a pedir “uma reavaliação do serviço” com o objetivo de aumentar a oferta de horários dos autocarros, aumentar as rotas e as áreas de abrangência, assim como a gratuitidade dos transportes públicos para os jovens até aos 30 anos de idade e para toda a população senior com mais de 65 anos de idade.

“Se efetivamente queremos que o transporte público seja o meio privilegiado pela população para as suas deslocações, temos que oferecer às pessoas um serviço apelativo em preço, frequência e fiabilidade”, defendeu Ricardo Araújo.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES