Maximinos, Sé e Cividade reforça apoio à causa animal
Quinta-feira , Outubro 22 2020 Periodicidade Diária nº 2612
Principal / Freguesias / Maximinos, Sé e Cividade reforça apoio à causa animal

Maximinos, Sé e Cividade reforça apoio à causa animal

A União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade e o Centro Veterinário de Adaúfe assinaram, esta terça-feira, um protocolo de cooperação para incentivar os fregueses desta União de Freguesias a terem mais cuidados com os seus animais. Os donos poderão usufruir de descontos na ordem dos 50% nos cuidados médico-veterinários, bem como em produtos farmacêuticos.

A Junta de Freguesia pretende também sensibilizar os donos a efetuarem o licenciamento dos seus animais, oferecendo um pacote de ração no ato do licenciamento. “Sabemos que a maior parte das pessoas não estão sensibilizadas para o licenciamento dos animais, nem sabem quais são os seus direitos e as suas obrigações. Começámos, por iniciativa própria, por criar um Banco de Ração, fruto das nossas campanhas nas grandes superfícies, em que os cidadãos da nossa União de Freguesias vêm aqui licenciar o seu canídeo ou gatídeo e nós oferecemos um pacote de ração”, explicou Luís Pedroso, presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, acrescentando que “os animais devem ser bem tratados e é nesse sentido que foi criado este protocolo para que os fregueses possam ter condições mais vantajosas para levar os seus animais a terem os devidos cuidados a que têm direito”.

Luís Pedroso apelou ainda ao bom senso dos cidadãos para que estes não se esqueçam de apanhar os dejetos dos seus animais para manter as ruas da cidade limpas.

Rui Morais, presidente da AGERE, regozijou-se com a celebração deste protocolo, uma vez que este pode reforçar a adoção no Centro de Recolha. “É com muito gosto que vemos que estes protocolos começam a ser assinados e que as Juntas de Freguesia têm tido esta preocupação. Estes protocolos são vistos por nós como mais um passo pois permite que as famílias, que por vezes têm mais carência em termos financeiros, possam recorrer aos cuidados médico-veterinários e, por isso, seja um potencial ainda maior para a adoção no Centro de Recolha de Braga”, frisou Rui Morais.

Altino Bessa, vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Braga, deixou o repto às clínicas e centros veterinários do concelho para realizarem protocolos similares com vista a melhorar a qualidade de vida dos animais. “Deixo o desafio às inúmeras clinicas ou centros veterinários que existem neste Município  para que possam fazer protocolos similares com outras Juntas de Freguesia, com esta Junta ou também com a Câmara Municipal de Braga. Estamos recetivos a dar oportunidade a todos aqueles que querem, através dos seu serviços, dar o seu contributo naquele que é a procura da melhoria das condições dos animais”, sublinhou o vereador.

De acordo com Patrícia Azevedo, do Centro Veterinário de Adaúfe, a realização deste protocolo passa por incentivar os munícipes a abraçar esta iniciativa. “O Centro Veterinário pretende ajudar e incentivar a profilaxia e outros cuidados medico-veterinários, uma vez que muitos munícipes acabam por não levar os seus animais ao veterinário. É desta forma que queremos contribuir para que todos os animais sejam bem tratados”, concluiu Patrícia Azevedo.

Maximinos, Sé e Cividade reforça apoio à causa animal

A União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade e o Centro Veterinário de Adaúfe assinaram um protocolo de cooperação que oferece vantagens aos donos dos animais desta União.

Posted by Braga TV on Tuesday, June 12, 2018