Quinta-feira, Abril 15, 2021
18.9 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesGuimarães: Abertura da nova variante complementa transformação da rede viária em Silvares

Guimarães: Abertura da nova variante complementa transformação da rede viária em Silvares

CM Guimarães

A nova variante de Silvares à EN2016 foi inaugurada este sábado pelo presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.

Está estabelecida a ligação entre Pinheiro Manso e Mouril, complementando a transformação da rede viária nesta zona central de mobilidade com a abertura do desnivelamento da rotunda de acesso à autoestrada e ainda a ligação de Mouril à rotunda de Reboto (São Martinho de Candoso).

Domingos Bragança destaca a concretização de um objetivo assumido na resolução do tráfego automóvel no eixo de Silvares. “Esta nova via à EN206 permite fluir o trânsito nesta zona central de mobilidade para Guimarães, constituindo uma alternativa muito válida para quem vem de Pevdiém ou São Martinho de Candoso, assim como para as pessoas que vêm de Brito ou Ronfe em direção a Guimarães e já não necessitam de passar pela rotunda da autoestrada. Há aqui uma distribuição de trânsito numa obra bem executada e que, a partir de agora, passa para o domínio público municipal”, frisou o autarca.

O edil agradeceu ao promotor privado, João Matos, na sequência do processo de contratualização para urbanização de comércio e serviços, assim como à empresa construtora da Rodrigues & Camacho e à equipa municipal que acompanhou esta obra.

O presidente da Câmara Municipal de Guimarães manifestou, entretanto, o desiderato de continuar o projeto da mobilidade suave e ligar a Cidade ao Rio Ave, através do Parque de Ardão, com percurso pedonal e ciclável.

Para o presidente da Junta de Freguesia de Silvares, Ricardo Castro, “estas obras vieram resolver um problema de há muitos anos na freguesia de Silvares, dado o intenso tráfego automóvel”. O autarca considera que a via inaugurada este sábado “é fundamental para a Freguesia de Silvares” ao ponto de apelidar como “a nova Avenida Central que vai permitir ligar todo o Centro Cívico que está a ser projetado, desde a nova sede da Junta de Freguesia, a Igreja e sua zona envolvente assim como maior acessibilidade à escola e ligação também ao cemitério”.

Por sua vez, João Matos destacou que esta obra é “estruturante” no sentido de impulsionar ainda o empreendimento logístico, comercial e de serviços em Silvares.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS