Juventude Popular lança petição para Governo não autorizar a Festa do Avante
Sábado , Dezembro 5 2020 Periodicidade Diária nº 2656
Principal / País / Juventude Popular lança petição para Governo não autorizar a Festa do Avante

Juventude Popular lança petição para Governo não autorizar a Festa do Avante

A Juventude Popular entendeu promover um abaixo assinado para requerer ao Governo que não autorize a Festa do Avante, marcada para os dias 4, 5 e 6 de setembro, no Seixal.

Francisco Mota, presidente da Juventude Popular, afirma que “será de uma gravidade sem precedentes, se a coberto de uma manifestação política for permitido fazer aquilo que não é admitido a milhares e milhares de portugueses e a centenas de empresários e de artistas”.

Segundo o centrista, “o Governo perderá toda a autoridade moral e política, se consentir a uns o que não autoriza a outros. Num momento, em que os festivais, festas, romarias de verão e eventos se encontram cancelados, num momento em que os restaurantes, bares e discotecas estão completamente limitados na
sua atividade, há um governo e um partido que dão sinais contraditórios ao país. Não está em causa o livre direito à manifestação política, seja do PCP ou de qualquer outro partido, o que está em causa é o simples cumprimento das regras sobre festas e festivais que o Governo definiu para todo o país que estão proibidas até ao final do mês de setembro”.

Francisco Mota termina, referindo que “não podem existir portugueses de primeira e portugueses de segunda, pelo que esperamos que António Costa saiba neste difícil momento agir com total rigor e com toda a isenção e imparcialidade”.