Autarquia lança nova edição do Prémio Municipal de Reabilitação Urbana em Braga
Domingo , Novembro 29 2020 Periodicidade Diária nº 2650
Principal / Braga / Autarquia lança nova edição do Prémio Municipal de Reabilitação Urbana em Braga

Autarquia lança nova edição do Prémio Municipal de Reabilitação Urbana em Braga

Foi lançada hoje a segunda edição do “Reabilita Braga”, prémio municipal de Reabilitação Urbana do Município de Braga para distinguir as boas práticas de reabilitação urbana e premiar a investigação académica realizada nesta área. As pré-candidaturas decorrem entre 4 de julho e 4 de setembro, através do http://www.reabilitabraga.pt/, onde está também o regulamento para consulta.

Miguel Bandeira, vereador que tutela a Regeneração Urbana, afirma que este prémio procura “reconhecer as melhores intervenções de salvaguarda do património edificado”. “O prémio ‘Reabilita Braga’ representa um estímulo a todos os intervenientes, sejam eles promotores, projetistas e investigadores, na valorização continuada dos recursos culturais urbanos que temos, na minimização dos impactos ambientais no território e, mais do que tudo, um apelo à inversão do arruinamento do edificado com valor patrimonial e ao potenciamento dos nossos centros históricos”, explica.

O vereador lembra que esta iniciativa visa promover a divulgação de intervenções exemplares, a valorização das técnicas e dos materiais tradicionais de construção que, segundo refere, “constituem uma inequívoca forma de preservar o nosso modo de saber fazer e de dar oportunidade de trabalho aos que laboram nestas áreas”.

Prémio com duas categorias

Com o apoio da revista Vida Imobiliária, o prémio “Reabilita Braga” divide-se nas categorias de “Edificação” e de “Investigação”.

A categoria “Edificação” encontra-se subdividida em duas modalidades: Obra de construção – as obras de criação de novas edificações inserida em área de Reabilitação Urbana legalmente constituída; e obra de restauro e de reabilitação – considerada como intervenção em espaço público e/ou em edifícios, localizada no território municipal, que respeite as características arquitetónicas e patrimoniais da estrutura pré-existente e valorize a sua história e identidade.

Já a categoria de “Investigação” inclui trabalhos académicos (teses de mestrado, doutoramento e “papers”), desenvolvidos em universidades portuguesas sobre temas da reabilitação urbana e cujo de estudo seja (ou esteja localizado) no concelho de Braga.

Os prémios têm o valor de 5.000 euros para a categoria “Investigação”. Na categoria de “Edificação”, o júri atribuirá prémios no valor de 5.000 euros, no caso da sub-categoria nova edificação, e de 10.000 euros, para a sub-categoria reabilitação e restauro.