Assaltos ao cemitério de Gondizalves levam Autarquia a colocar câmaras de videovigilância
Segunda-feira , Novembro 30 2020 Periodicidade Diária nº 2651
Principal / Braga / Assaltos ao cemitério de Gondizalves levam Autarquia a colocar câmaras de videovigilância

Assaltos ao cemitério de Gondizalves levam Autarquia a colocar câmaras de videovigilância

O cemitério de Gondizalves tem sido alvo de vários assaltos desde a sua requalificação, no ano passado. Além das árvores furtadas, esta semana foram roubados os holofotes, no valor de 500 euros, levando o Executivo a decidir implementar um sistema de videovigilância.

João Costa, presidente da União de Freguesias de Ferreiros e Gondizalves, lamentou os sucessivos assaltos e explicou que irá discutir, na Reunião do Executivo, a realizar-se em setembro, para a implementação de câmaras de videovigilância no cemitério. “Após os sucessivos assaltos às sepulturas, decidimos fechar o cemitério de Gondizalves à noite e, a partir daí, deixaram de haver roubos. No ano passado requalificámos o cemitério e passados dois meses roubaram uma oliveira. No mês seguinte, voltaram a roubar outra. Eletrificámos o cemitério e no fim de semana passado, roubaram os holofotes, no valor de 500 euros. É chato, pois estamos a trabalhar para o bem comum e vem alguém destruir o que se investiu para o bem da comunidade”, lamentou o autarca.

Apesar das vagas de assaltos que se têm registado, o presidente informou que não tem ocorrido roubos no cemitério de Ferreiros.