Sábado, Outubro 16, 2021
18.3 C
Braga
InícioRegiãoCelorico de BastoUnidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto sensibiliza para a prevenção...

Unidade Móvel de Saúde de Celorico de Basto sensibiliza para a prevenção do cancro da mama

© CM Celorico de Basto

O Município de Celorico de Basto, através da Unidade Móvel de Saúde, associou-se à campanha “Outubro Rosa” e durante todo o mês irá sensibilizar para a prevenção do cancro da mama.

Durante todo o mês de outubro, todos os utilizadores da Unidade Móvel de Saúde, além da avaliação habitual dos parâmetros vitais, são informados sobre o cancro da mama, sinais e sintomas, e sensibilizados para a melhor forma de o combater, estilos de vida saudáveis e rastreio.

A campanha local associa-se a campanha da Liga Portuguesa contra o Cancro, outubro Rosa, e prevê-se rosa na sensibilização, prevê-se rosa na consciencialização, prevê-se rosa na tomada de consciência para a gravidade de um dos cancros mais comum nas mulheres.

Esta sensibilização é feita pelas técnicas da Unidade Móvel de Saúde, através de palestras auxiliadas por material impresso, flyers, com informação clara e objetiva. Uma campanha que se mostra essencial para instigar a comportamentos saudáveis, e sensibilizar para a prevenção e diagnóstico precoce. “Por vezes é preciso ser incisivo na forma como passamos a mensagem, dizer as coisas tal como eles são, refletir sobre os números, as mortes, os novos casos. O nosso público-alvo são sobretudo idosos e apesar da incidência deste flagelo ser menor nestas idades, acreditamos que são os melhores transmissor da informação junto dos mais jovens, filhas e netas, porque este é um cancro com maior incidência nas mulheres. E queremos que olhem para a informação e percebam que não se brinca com a saúde, que temos de ser proativos, que temos de fazer exames de rotina, que não podemos facilitar. Perceber que temos que fazer a nossa parte para evitar males maiores, porque não toca só aos outros”, disse Joana Teixeira, técnica da Unidade Móvel de Saúde.

“O cancro da mama é um flagelo com consequência muito nefastas não apenas pela gravidade do cancro, mas também pelo facto de agredir um órgão que é o reflexo da maternidade e feminilidade, acarretando um simbolismo acrescido e um decréscimo substancial na auto estima da mulher” disse Helena Martinho, Coordenadora da Ação Social e saúde do Município. Helena Martinho esteve em Caçarilhe na UMS a assistir à transmissão da informação relativa ao cancro da mama e sentiu o pulsar de um serviço que se mostra cada vez mais necessário junto dos idosos. “Aqui sou muito bem atendida, por bons técnicos, muito simpáticos, que controlam a minha saúde e ainda explicam tudo muito bem para nos podermos defender” disse Teresa Oliveira, utente da Unidade Móvel de Saúde.

Para o presidente da Câmara de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, “informar a população é proporcionar uma atenção redobrada e aumentar as hipóteses de sucesso em caso de cancro da mama. O perceção de que são diagnosticados mais de 7000 novos casos de cancro é assustador e não pode ser tratado de forma leviana. E aqui a UMS tem-se batido de forma exemplar levando à população a informação para a saúde necessária que incentiva ao rastreio e se necessário, consequente tratamento precoce”. Joaquim Mota e Silva mostra-se satisfeito com o trabalho da UMS e a excelente recetividade da população. “A saúde é um bem precioso, senão o mais precioso, por isso é normal que a população ocorra à UMS para avaliar os sinais vitais, sentindo-se mais protegida e amparada na sua saúde”.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS