Quinta-feira, Maio 26, 2022
15.7 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesGuimarães retoma crescimento do Turismo no período da Páscoa

Guimarães retoma crescimento do Turismo no período da Páscoa

© CM Guimarães

Os dados do relatório de atividade turística em Guimarães no período da Páscoa, compreendido entre quinta-feira (véspera de Sexta-feira Santa) e a segunda-feira de Páscoa, evidenciam os sinais de retoma da atividade turística após a fase de pandemia.

Perante os dados recolhidos pela Divisão de Turismo, registou-se a afluência de 2793 visitantes aos postos de turismo, aproximando-se dos resultados referentes aos anos de 2017 e 2019, tendo mesmo superado a afluência registada nos restantes anos em análise (até 2015).

À semelhança dos anos anteriores ao período pandemia, os mercados de proximidade (o nacional, espanhol e francês) foram os principais emissores para o nosso território. Ainda assim, destaque para o mercado espanhol que consolidou e reforçou o seu peso em termos de principal mercado emissor, tendo atingido uns expressivos 74,6% da totalidade dos visitantes que procuraram Guimarães neste período Pascal.

O setor do alojamento em Guimarães registou taxas médias de ocupação muito animadoras e que, também, anunciam uma retoma de crescimento da procura turística. No setor da hotelaria, a taxa média de ocupação-quarto foi de 77,7%, sendo ainda de destacar que em algumas unidades hoteleiras se verificou uma taxa de ocupação muito próxima dos 100%.

No que respeita às restantes tipologias de alojamento para turistas, designadamente os empreendimentos de turismo de habitação e no espaço rural e o alojamento local, da amostra habitualmente recolhida pela Divisão de Turismo, a taxa média de ocupação rondou os 88%.

Segundo o vereador do Turismo da Câmara Municipal, Paulo Lopes Silva, “os dados da atração de turistas a Guimarães são muito animadores, correspondendo às expetativas que estamos a criar na base de uma estratégia de cooperação com os operadores, os agentes e os diversos stakeholders do turismo, ajustando a oferta em vários segmentos como o turismo de natureza e valorizando o património, a história e cultura como marcas de referência para Guimarães”.

A afluência de visitantes aos principais monumentos da cidade, como Castelo ou Paço dos Duques, foi igualmente positiva. Os dois espaços, segundo os dados da Direção Regional da Cultura do Norte (DRCN), receberam mais de 20 mil visitantes entre os dias 14 e 18 de abril.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS