Quinta-feira, Maio 13, 2021
15.4 C
Braga
InícioCulturaVI Capital da Cultura do Eixo Atlântico arrancou em Braga

VI Capital da Cultura do Eixo Atlântico arrancou em Braga

CM Braga

A cerimónia de abertura oficial da VI Capital da Cultura do Eixo Atlântico realizou-se esta segunda-feira, no Altice Forum Braga. O evento contou com o concerto “Canto D’Aqui convida Oscar Ibáñez & Tribo”.

Como afirmou Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga e do Eixo Atlântico, o acolhimento da Capital da Cultura do Eixo Atlântico “é estratégico para o envolvimento da comunidade numa crescente dinâmica de criação e fruição cultural da cidade e da região por parte dos cidadãos”.

“Acreditamos imenso na euro-região e a cultura é um veículo privilegiado de fortalecimento da relação entre os dois povos”, garantiu o autarca, realçando que as cidades que integram o Eixo Atlântico estão cada vez mais envolvidas em temáticas inovadoras e nas prioridades de construção da nova Europa.

Além da adaptação de alguns eventos realizados anualmente à participação de projetos culturais do território do Eixo Atlântico, está previsto um conjunto de iniciativas inéditas como o Festival “ZZ Jazz no Eixo”, o Noroeste – Festival de Música Contemporânea de Raiz, o FIO – Festival Informal de Ópera ou o Fenda – Festival de Cultura Urbana.

A programação completa pode ser consultada aqui. Está também a informação disponível no website da CCEA.

O Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular constitui uma Associação transfronteiriça de Municípios, de direito privado, sem fins lucrativos que configuram o sistema urbano da euro-região Galiza-Norte de Portugal. Esta associação baseou-se no Convénio-Marco sobre cooperação transfronteiriça entre comunidades ou autoridades territoriais de 1990.

Apoie o jornalismo.

A Braga TV é um canal de informação independente. Todas as notícias e conteúdos são e continuarão a ser disponibilizados gratuitamente.

Para continuar a oferecer um serviço de informação de referência na região, precisamos do apoio dos nossos leitores para continuar a desempenhar o nosso papel de informar.

Precisamos do seu contributo, caro leitor.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS