Domingo, Junho 16, 2024
19.5 C
Braga
BragaCerca de 200 crianças do 1.º ciclo de Braga participam em residência...

Cerca de 200 crianças do 1.º ciclo de Braga participam em residência artística de dança

O projeto envolveu todas as turmas do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas André Soares.

© CM Braga

Cerca de 200 crianças do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas André Soares, em Braga, participaram na residência artística CALL — Conexões Artísticas Ligadas em Laboratório, promovida pelo Município, no âmbito do programa de mediação cultural, Atlas.

O projeto, que conta com a direção artística da Arte Total tem o apoio do Ministério da Cultura, Direção Geral das Artes, foi iniciado em 2018 com duas turmas do 1.º ciclo da Escola Básica do Carandá e, desde 2023, segue com todas as turmas desta escola.

Em 2024 decorreu, entre janeiro e abril, envolvendo as crianças do 1.º ao 4.º ano, na observação e construção de um trabalho de dança, explorando e desenvolvendo as suas capacidades performativas, a interpretação, a comunicação e a criatividade.

“Ao longo das aulas, os nossos aprendizes envolveram-se significativamente num belo processo criativo, que lhes proporcionou inúmeras experiências e aprendizagens. Promoveu-se o autoconhecimento, a gestão e expressão das emoções, o desenvolvimento de capacidades motoras e coordenativas, a experimentação e a criação, a participação ativa, o sentido de compromisso e o trabalho colaborativo. Desenvolveu-se a autoconfiança e a confiança nos pares, o que permitiu estreitar os laços afetivos entre as crianças”, referem as professoras da Escola Básica do Carandá, sublinhando que “neste contexto, é fundamental realçar o poder inclusivo da Dança”.

Para Carolina Vieira, da Arte Total, “o poder transformador destas sessões é cada vez mais percetível nas ações e pensamentos partilhados pelos intervenientes, principalmente nos estudantes que estão a terminar o 1.º ciclo e fazem parte deste projeto desde o início da sua formação.” A responsável acrescenta que “fruto deste trabalho, alguns alunos foram selecionados para integrar os grupos da Arte Total nos meses de maio e junho, juntamente com a Companhia de Dança, no processo de criação e apresentação do espetáculo Clementina, que será apresentado no Theatro Circo a 11 e 12 de julho”.

A Arte Total é uma estrutura de Braga dedicada às práticas artísticas contemporâneas nos domínios da criação, programação e ações de mediação de públicos, através de diálogos como a performance, as artes visuais, a dança, música e as tecnologias digitais.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES