Braga investe 700 mil euros na aquisição de equipamento informático para as escolas
Terça-feira , Outubro 20 2020 Periodicidade Diária nº 2610
Principal / Educação / Braga investe 700 mil euros na aquisição de equipamento informático para as escolas

Braga investe 700 mil euros na aquisição de equipamento informático para as escolas

CMB

O Município de Braga investiu cerca de 700 mil euros na aquisição de dois mil equipamentos informáticos para as escolas e para apoio aos alunos mais carenciados do concelho.

O anúncio foi feito por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, durante um encontro com os diretores de Agrupamentos de Escolas, que decorreu esta quinta-feira, para avaliar o arranque do ano letivo. Nesta reunião, o autarca adiantou que as escolas serão reforçadas no imediato com mais 75 funcionários.

Relativamente aos equipamentos informáticos e ao acesso à internet, Ricardo Rio lembrou que, no mês de maio, o Município de Braga procurou responder às necessidades sentidas pelas escolas e pelos alunos.

“Foi por isso que desencadeámos um procedimento de contratação de cerca de dois mil equipamentos informáticos que já estão disponíveis e serão disponibilizados às escolas para reforço do equipamento ou para serem cedidos a título de empréstimo aos alunos mais carenciados e que não disponham desse tipo de material, caso o ensino à distância volte a ser adotado”, explicou o autarca.

Ricardo Rio sublinhou que este “não se trata de um projeto financiado”, visto que o Governo “apenas deixou uma comparticipação residual para as CIM para esta iniciativa”, o que levou a um investimento financeiro substancial por parte do Município na aquisição destes equipamentos.”Ao mesmo tempo, o Governo diz estar a adquirir equipamentos para apoio aos alunos carenciados. Aguardamos com expectativa a data em que esses equipamentos chegarão às escolas”, lamentou.

Esta reunião serviu para fazer um ponto de situação do arranque do ano letivo e para identificar imprevistos resultantes do atual contexto de pandemia, nomeadamente a falta recursos humanos relacionada com baixas médicas e com possíveis casos de infeção. “Enquanto se aguarda a conclusão do concurso para a criação de uma nova bolsa de recrutamento de assistentes operacionais para atividades de ação educativa, o Município diligenciou, junto do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) a disponibilização imediata de mais 75 funcionários no âmbito dos Contratos Emprego-Inserção (CEI). Estes funcionários serão agora distribuídos pelos diversos agrupamentos do concelho”, referiu Ricardo Rio.

Em paralelo, este encontro serviu também para dar nota das várias intervenções que estão a ser executadas em diversos equipamentos escolares, cujo investimento ascende a 10 milhões de euros. “Desde os grandes projetos até às obras de média intervenção, este investimento visa dotar o parque escolar do concelho de melhores condições. No entanto, também articulámos, com os agrupamentos e com cada uma das escolas, os meios para acorrer à necessidade de gestão dos espaços e de promover o distanciamento dos alunos durante este tempo de pandemia”, concluiu.