Quinta-feira, Junho 24, 2021
18.3 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoBiblioteca Municipal de Famalicão com instalações temporárias no Centro Pastoral

Biblioteca Municipal de Famalicão com instalações temporárias no Centro Pastoral

CM Famalicão

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai transferir alguns serviços da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco para as instalações do Centro Pastoral e Paroquial de Famalicão durante as obras de requalificação e ampliação do edifício que deverão arrancar em junho.

A empreitada que foi adjudicada à empresa Costeira – Engenharia e Construção por 1,6 milhões de euros obriga ao total despejo dos bens e equipamentos existentes no edifício.

A celebração do protocolo entre a autarquia e a Paróquia de Vila Nova de Famalicão para a cedência temporária do espaço foi aprovada na reunião do executivo municipal da passada quinta-feira, dia 20 de maio, e prevê o pagamento anual por parte da autarquia de 6 mil euros para as despesas de manutenção do espaço, nomeadamente, água, eletricidade, ar condicionado, limpeza e conservação do edifício.

Com estas instalações temporárias, fica assim garantido o funcionamento da seção de empréstimo de livros, dos serviços técnicos, do posto de internet e da secção de leitura informal da Biblioteca.

Relativamente à habitual utilização da Biblioteca enquanto local de estudo, o vereador da Educação e Cultura do Município de Famalicão, Leonel Rocha, lembra que os cinco polos da Biblioteca Municipal, em Ribeirão, Riba de Ave, Joane, Lousado e Pousada de Saramagos, continuarão com o seu normal funcionamento e poderão ser frequentados para esse efeito, acrescentando ainda que o projeto de requalificação da Estação Rodoviária de Passageiros prevê a instalação no edifício de uma sala de estudos que estará à disposição dos mais jovens assim que a intervenção estiver concluída.

Recorde-se que com as obras, a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco de Vila Nova de Famalicão vai ganhar novos espaços, com a criação de uma sala para Audiovisuais, uma sala de leitura informal para estudo de grupos, uma nova área para albergar o espólio de Eduardo Prado Coelho e a ampliação da sala de leitura e outros serviços. As obras de ampliação serão realizadas através da construção de um prolongamento do edifício em pleno Parque de Sinçães, em direção à Casa das Artes, com ligações para circulação em vidro tratado do ponto de vista acústico e térmico.

Para além das obras de ampliação, todo o edifício, que conta quase com 30 anos de existência, será remodelado, modernizado e adaptado às novas exigências tecnológicas.

Procurando adaptar o edifício às atuais necessidades do público, nesta intervenção será valorizada a receção no primeiro piso, será revista a localização do fundo local, aumentada a sala de leitura de adultos e serão criados novos espaços de leitura de audiovisuais, de depósitos de livros, de cafetaria e de garagem do bibliomóvel, entre outros melhoramentos.

Refira-se que a autoria do projeto de remodelação pertence ao arquiteto João Eduardo Marta, o mesmo que assinou o projeto de construção do edifício, em 1988.

A Biblioteca Municipal de Famalicão nasceu em 1913, instalando na altura na cave dos Paços do Concelho. Em 1987, entra para a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas e um ano depois é lançada a primeira pedra para a construção do novo edifício, na presença de Mário Soares. Passados quatro anos, a 1 de junho de 1992, é inaugurado o edifício com 2400m2, situado em pleno espaço verde do centro da cidade, o Parque de Sinçães. A cerimónia associou-se às comemorações do aniversário da morte do seu patrono Camilo Castelo Branco e ao Dia Mundial da Criança.

Apoie a Braga TV

O apoio dos nossos leitores é fundamental para garantir que a Braga TV continue a ser um canal de informação de referência na região.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS