Quarta-feira, Novembro 30, 2022
10 C
Braga
InícioBragaUniversidade do Minho recebe responsáveis do ensino superior de Portugal e da...

Universidade do Minho recebe responsáveis do ensino superior de Portugal e da Galiza

© UMinho

Algumas das principais figuras académicas e políticas de Portugal e da Galiza debatem esta terça-feira, na Universidade do Minho, a cooperação interuniversitária e os desafios do ensino superior. Trata-se do “2º Seminário para Altos Cargos Universitários” e decorre das 10:00 às 13:15, no auditório IB-S (edifício 18) do campus de Gualtar, em Braga.

O evento insere-se no projeto UNISF, que une as universidades do Minho, Porto, Trás-os-Montes e Alto Douro, Corunha, Santiago de Compostela e Vigo, a par da Fundação Centro de Estudos Euro-Regionais (CEER). Este projeto permitiu àquelas universidades lançar este ano quatro pós-graduações pioneiras a nível cooperativo, transfronteiriço e multidisciplinar.

A abertura do seminário conta com o reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, a vice-reitora da UMinho e coordenadora do UNISF – Universidades Sem Fronteiras, Filomena Soares, e o diretor da Fundação CEER, Ángel Miramontes. Segue-se um painel com o presidente da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior, João Guerreiro, o diretor da Agência para a Qualidade do Sistema Universitário da Galiza, Eduardo López Pereira, e o diretor do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galiza-Norte de Portugal, Nuno Almeida.

Pelas 12:00, prevê-se as intervenções dos reitores da Corunha, Julio Abalde Alonso, de Santiago de Compostela, Antonio Lopez, de Vigo, Manuel Reigosa Roger, de Trás-os-Montes e Alto Douro, Emídio Gomes, do Porto, António Sousa Pereira, e do Minho, Rui Vieira de Castro. Em análise estão a harmonização e as potencialidades do ensino superior, além da retrospetiva e do futuro do consórcio UNISF. Meia hora depois, é a vez de ouvir o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), António Cunha. O encerramento está a cargo de Ángel Miramontes.

O projeto UNISF possibilitou às seis universidades públicas do noroeste ibérico criarem no presente ano letivo o mestrado em Desafios das Cidades e o mestrado em Direito Transnacional da Empresa e Tecnologias Digitais, além dos doutoramentos em Matemática e Aplicações e em Ciências Sociais e Envelhecimento. Os parceiros têm também dinamizado diversas ações e estreitado laços a nível formativo, pedagógico, científico e digital, entre outros. O investimento global é de 1.99 milhões de euros, sendo 1.49 milhões dos programas comunitários Interreg, POCTEP e FEDER. Há mais detalhes aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS