Quarta-feira, Agosto 17, 2022
17.3 C
Braga
InícioReportagemLions Clube de Braga cria Academia Sénior para garantir a qualidade de...

Lions Clube de Braga cria Academia Sénior para garantir a qualidade de vida dos idosos

© Sandra Antunes

O Lions Clube de Braga criou a Academia Sénior com um programa de atividades que visa a promoção da qualidade de vida do idoso nos seus níveis de bem-estar físico, social, emocional e psicológico. As atividades são gratuitas para pessoas reformadas ou maiores  de 65 anos.

Os membros do Executivo da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade reuniu hoje com a direção do Lions Clube de Braga para criar uma parceria, a fim de direcionar os seniores para as aulas gratuitas “Eu Sou Digital“, assim como para apoiar a população do concelho com a criação de um banco de ajudas técnicas.

Manuel Neves, presidente do Lions Clube de Braga, explicou a importância da Academia Sénior para os seniores da sociedade. “Criámos a Academia Sénior porque achamos que hoje, com o stress do dia a dia, o idoso é muitas vezes esquecido, e se temos uma sociedade em que olhamos a valores, essa geração já foi ativa e contribuiu muito para o nosso país. Se eu andar um patamar atrás, essa geração é que me deu a educação e hoje sinto-me no dever de ‘agora estou eu aqui por ti’. Daí, estarmos aqui para mudar a vida dessas pessoas”, disse Manuel Neves.

O presidente salientou que a Academia Sénior está dividida em duas partes: uma na sede, onde decorrem as atividades, e outra consiste em retirar as pessoas dos lares para darem passeios pela cidade de Braga e proporcionar um momento diferente aos idosos.

Laís Duarte, psicóloga moderadora na Academia Sénior no Lions Clube de Braga, apela à comunidade sénior para inscrever-se e, assim, participar nas aulas semanais. “Às terças à tarde temos atividades lúdicas que unem a arte e a psicologia; e às quintas-feiras temos uma aula física. Temos ginástica e Pilates, mas temos também danças latinas e cinoterapia, que é uma terapia inovadora com cães, aula lecionada pela psicóloga Joana Peixoto”, informou.

© Sandra Antunes

Por seu turno, Luís Pedroso, presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, demonstrou a sua preocupação com os idosos. “No que diz respeito aos nossos seniores, tenho ideia que o nosso Estado tem-se demitido das suas responsabilidades para com esse estado social e acho que mereciam outro tipo de tratamento ao fim de trabalharem uma vida inteira. O envelhecimento ativo deve ser uma preocupação de todos nós e lanço aqui o desafio ao Lions Clube de Braga para direcionar os alunos seniores que queiram participar nas aulas digitais gratuitas na Escola Profissional de Braga através do projeto ‘Eu Sou Digital”, referiu.

O autarca lançou ainda o desafio a Manuel Neves para a criação de um banco de ajudas técnicas. “Quero deixar aqui um desafio ao presidente relativamente às ajudas técnicas, onde a constituição de um banco seria uma forma de podermos chegar a muitas mais pessoas. Muitas das vezes, as camas, os andarilhos, entre outros equipamentos, são precisos por um certo espaço de tempo, e há muita gente que os tem em casa e nem sabe o que há-de fazer com esses equipamentos e, por isso, poderemos ser parceiros nesse banco”, finalizou Luís Pedroso.

Manuel Neves aproveitou a reunião para esclarecer que a Associação Internacional de Lions Clube tem cinco focos principais, nomeadamente o cancro infantil, a fome, a diabetes, a visão e o meio-ambiente. Todos os clubes têm a missão de resolver problemas nas localidades onde são inseridos.

Este ano, o Lions Clube de Braga visitou as Oficinas de São José, onde ofereceu óculos a várias crianças com problemas de visão e entregou material escolar à Instituição Monsenhor Airosa. Também a Segurança Social tem recorrido ao clube para pedir camas articuladas para pessoas credenciadas e o Hospital de Braga também tem contactado o Lions Clube para apoiar pessoas em situação de extrema pobreza.

A nível nacional existe um projeto chamado “Lucas” que nasceu no Lions Clube de Braga através da criação manual de um bonequinho para apoiar o cancro infantil com bolsas de estudo para a investigação. O clube apoia ainda a Liga Portuguesa Contra o Câncro. 

As aulas na Academia Sénior decorrem às terças e quintas-feiras, das 14:30 às 17:00, com as disciplinas de atelier terapêutico, oficinas de saúde, bem-estar e cidadania, danças, ginástica e pilates, cinoterapia e visitas guiadas na região de Braga. Para efetuar inscrição ou para mais informações, as pessoas podem enviar um e-mail para [email protected], contactar para o número 937 738 110 ou através da sede sita na Rua Andrade Corvo, nº 242, 5º andar.

Jorge Miranda e Alexandra Lima, membros do Executivo da União de Maximinos, Sé e Cividade, também marcaram presença na reunião.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS