Sábado, Julho 24, 2021
20.6 C
Braga
InícioBragaIniciativa Liberal de Braga critica “centralização” na distribuição de investimentos

Iniciativa Liberal de Braga critica “centralização” na distribuição de investimentos

Olga Baptista – Iniciativa Liberal

A Iniciativa Liberal de Braga demonstrou a sua indignação face  à ausência de propostas de financiamento para o distrito de Braga, no Plano de Recuperação e Resiliência.

Na ótica deste núcleo, “trata-se, uma vez mais, de um plano que demonstra privilegiar o investimento público nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto e, assim, acentuar as assimetrias regionais, que tanto se agravaram nas últimas décadas em Portugal”.

“O referido documento apresentado pelo Governo referente ao Plano de Recuperação e Resiliência, prevê 36 reformas e 77 investimentos nas áreas sociais e digitalização, num total de 13,9 mil milhões de euros, que esteve disponível para discussão pública. Esta proposta tem sido objeto de reparos graves por parte da associação ‘Transparência e Integridade’, no que concerne à ‘limitação da capacidade de escrutínio e da participação cívica’ da mesma”, sublinha a Iniciativa Liberal.

No que toca à região de Braga, a Iniciativa Liberal veio apoiar a tomada de posição da Associação Comercial de Braga e as suas preocupações e críticas relativamente à “desgravitada distribuição de apoios de Norte a Sul do país”.

“Num período crítico para o país, e num momento em que a sua recuperação económica e social poderia ser aproveitada para atenuar os desequilíbrios vigentes, o Governo não só ignora esse fator, como parece querer repetir os erros do passado, nomeadamente a discriminar as empresas e a recuperação da atividade económica, que tanto sofreu no último ano, e voltando a privilegiar as cidades de Porto e Lisboa, tal como o investimento público que circunda as mesmas”, destaca o núcleo de Braga.

A Iniciativa Liberal ressalva que “dentro do Plano de Recuperação e Resiliência apresentado, a área da infraestrutura de ligação rodoviária voltou a ser, em grande parte, esquecida pelo Governo, nomeadamente no que toca às necessidades alternativas a norte de Braga, mais concretamente nas ligações entre os concelhos de Terras de Bouro/Gerês, Braga, Vila Verde e Ponte de Lima, já prometidas no passado. Como se não bastasse, o Plano de Recuperação e Resiliência não contempla também a implementação do projeto do BRT (Bus Rapid Transit) de ligação rápida de Braga a Guimarães, quando Lisboa e Porto vão ter investimentos nas mesmas áreas”.

A Iniciativa Liberal de Braga apelou à reflexão do Governo e mostra-se preocupada sobre “a contínua canalização do investimento público para as grandes zonas metropolitanas, intensificando um desequilíbrio social e económico que inevitavelmente retirará os portugueses das suas localidades natais, para se concentrarem unicamente em duas regiões do país”.

“A Iniciativa Liberal de Braga acredita, mais do que nunca, num Portugal Liberal, homogéneo, descentralizado e onde nenhum português é discriminado ou menosprezado, seja qual for a sua região”, finalizou.

Apoie a Braga TV

O apoio dos nossos leitores é fundamental para garantir que a Braga TV continue a ser um canal de informação de referência na região.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS