Quarta-feira, Maio 15, 2024
10.7 C
Braga
RegiãoGuimarãesGuimarães apresenta programa cultural e religioso da Quaresma à Páscoa

Guimarães apresenta programa cultural e religioso da Quaresma à Páscoa

© Faro de Vigo

A Câmara Municipal de Guimarães desenvolveu um programa cultural e religioso até à Páscoa, em articulações com várias instituições, que se estende entre os dias 24 de março e 9 de abril.

A cidade vimaranense prepara-se para receber “A Paixão de Guimarães”, um percurso cultural que irá levar os visitantes a descobrir peças de qualidade artística relacionadas com a Quaresma, em 18 locais diferentes da cidade.

Desde igrejas a museus, o visitante poderá apreciar três peças do acervo de cada instituição parceira relacionadas com o tema da Paixão. Os visitantes poderão iniciar e terminar o percurso quando quiserem. Além disso, haverá quatro passos da Paixão espalhados pela cidade. A entrada é sempre livre, mas limitada à capacidade dos espaços.

Além do percurso cultural, a cidade também será palco de celebrações religiosas, como a Procissão dos Santos Passos, Via Sacra, Bênção e Procissão dos Ramos, Missa Vespertina da Ceia do Senhor e Lava-pés, Procissão das Endoenças, Celebração da Paixão do Senhor, Procissão do Enterro do Senhor, Celebração da Vigília Pascal e Celebração de Envio dos Compassos Pascais.

Para completar a programação, a VII edição do Festival Internacional de Música Religiosa de Guimarães apresentará um programa variado com agrupamentos e artistas internacionais e locais, como “Musica Antigua-Eduardo Paniagua”, Lev Vinocour, e Ensemble Bonne Corde.

Paulo Lopes Silva, vereador com os pelouros de Turismo e da Cultura da Câmara Municipal de Guimarães, na apresentação do programa em conferência de imprensa, destacou a “riqueza cultural do programa diversificado que inclui a Orquestra de Guimarães, o Quarteto de Cordas e os vários grupos corais.” O vereador afirmou que este evento “tem como objetivo aumentar a dimensão internacional da cidade e promover o crescimento e divulgação dos grupos culturais locais, bem como proporcionar o contacto com artistas de dimensão global.”

Destaque ainda para a exposição “Paixão de Guimarães”, que apresenta peças que não estão permanentemente em exposição e que agora podem ser apreciadas pelos vimaranenses.

Na globalidade do evento, são esperados milhares visitantes, tanto nacionais quanto estrangeiros.

Em termos de ocupação turística, o setor da hotelaria registou em 2022 (período de retoma) uma taxa média de ocupação-quarto de 77,7%, sendo que, em algumas unidades hoteleiras, se verificou uma taxa de ocupação muito próxima dos 100%. Já no que respeita às restantes tipologias de alojamento para turistas, designadamente os empreendimentos de turismo de habitação e no espaço rural e o alojamento local, da amostra habitualmente recolhida pela Divisão de Turismo, a taxa média de ocupação rondou os 88%.

Para a autarquia, é expectável que a edição de 2023 do evento “da Quaresma à Páscoa” contribua para que se superem os valores de ocupação turística pré-pandemia.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES