Segunda-feira, Maio 27, 2024
16.6 C
Braga
BragaExposição da XIV Bienal de Pintura do Eixo Atlântico inaugurada em Braga

Exposição da XIV Bienal de Pintura do Eixo Atlântico inaugurada em Braga

Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva © José Gonçalves

A exposição da XIV Bienal de Pintura do Eixo Atlântico vai ser inaugurada em Braga, na próxima terça-feira, 9 de janeiro, reunindo 25 trabalhos de 104 artistas de Portugal e Espanha.

Adriana Henriques e Jorge Araújo são os dois artistas bracarenses que participaram nesta edição e cujas obras estão patentes na mostra.

Conscientes de que “a cultura ocupa um lugar central na construção e desenvolvimento da Eurorregião e do seu sistema urbano”, a Bienal de Pintura do Eixo Atlântico constitui um dos programas com maior êxito e participação.

Com mais de 25 anos, este programa estimula a criação artística, possibilitando simultaneamente o intercâmbio cultural e o conhecimento de artistas, que no noroeste peninsular constituem uma contribuição extraordinariamente viva e dinâmica no panorama cultural europeu.

Para além disso, o prémio de Novos Talentos Luso – Galaicos pretende estimular o esforço e a criatividade dos mais jovens, suscitando um futuro culturalmente rico e diversificado.

Para Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga e vice-presidente do Eixo Atlântico, “a cultura é a argamassa que mantém unido o território a que hoje chamamos Eurorregião”. “Através da XIV edição da Bienal de Pintura, constata-se “a saúde da nossa criação pictórica, não só pelo elevado número de obras apresentadas a concurso e pela qualidade das mesmas, mas também pelo que representa, um evento que há mais de vinte e cinco anos junta tanto os artistas que participam como o público que visita a exposição itinerante, que ao longo de um ano percorre parte das cidades do Eixo Atlântico”, acrescentou o edil.

Os 25 trabalhos patentes na exposição foram selecionados por um júri presidido por Helena Mendes Pereira, composto por Sara Pérez Bello, João Ribeira da Silva, Patricia Oliveira e Tito Senna, vencedor da última edição da Bienal e secretariado por Marta Ferreira. As obras em exposição apresentam uma ampla variedade de estéticas, linguagens e técnicas.

Esta é a única exposição itinerante entre dois países da União Europeia, reunindo obras inéditas de vários artistas naturais ou residentes em Portugal e Espanha.

A XIV edição da Bienal de Pintura do Eixo Atlântico ficará patente na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva até 30 de janeiro, podendo ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09:00 às 19:30 e aos sábados das 09:30 às 12:30 e das 14:00 às 18:00.

O catálogo da XIV Bienal de Pintura do Eixo Atlântico está disponível aqui.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES