Sábado, Abril 20, 2024
20.8 C
Braga
AtualidadeEstudantes da UMinho criam carros movidos a eletricidade para competição mundial

Estudantes da UMinho criam carros movidos a eletricidade para competição mundial

© FSUMinho

Trinta e dois estudantes das engenharias e outras licenciaturas da UMinho estão envolvidos num projeto de conceção e execução de um protótipo de carro movido a eletricidade, dinamizado pelo Formula Student Universidade do Minho — FSUMINHO.

Trata-se de uma competição organizada pela IMechE (Institution of Mechanical Engineers), em parceria com a Society of Automotive Engineers, que traduz um conceito do carro de corrida sustentável e pretende levar o nome da UMinho à maior competição de desporto motorizado jovem do mundo.

Esta prova envolve mais de mil equipas de 90 países. “Portugal entrou nesta competição com três equipas e este ano passou a ter dez. É uma gigantesca oportunidade para as empresas portuguesas”, refere o porta-voz do grupo de estudantes.

Francisco Forte é o porta-voz deste projeto que passa pela elaboração do protótipo e apresentação de um veículo movido a energias alternativas que envolve outras escolas superiores de Lisboa, Coimbra, Leiria, Aveiro, Porto e agora Braga/Guimarães.

O projeto, que deseja atrair patrocinadores, envolve estudantes de engenharias Mecânica, Eletrónica Industrial e Computadores, Materiais, Gestão e Sistemas de Informação, Química e Biológica e Informática.

© FSUMinho

A equipa de trinta estudantes está a desenhar o monolugar, criando componentes elétrica, motor e aquisição de patrocínios e parcerias, querendo afirmar-se como referência na região Norte.

Estes 32 jovens de Braga, Guimarães, Famalicão, Viana do Castelo ou Trofa pretendem, com este projeto, “concretizar um modelo de economia sem desperdícios, circular, para reutilizar componentes eletrónicos das indústrias portugueses, através do aproveitamento dos seus desperdícios”.

Estes estudantes querem, ainda, “reforçar a ligação entre a universidade e o tecido empresarial do Norte, através da partilha de conhecimentos, para gerar competências necessárias ao crescimento e expansão do setor automóvel na região”.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES