Sábado, Abril 20, 2024
13.9 C
Braga
AtualidadeConferência EULUSO discute na UMinho a relação UE-Brasil

Conferência EULUSO discute na UMinho a relação UE-Brasil

© UMinho

A Escola de Economia e Gestão (EEG) da Universidade do Minho, em Braga, recebe a 27 e 28 de abril a I Conferência EULUSO, sob o tema “Relações Externas da União Europeia com os Países Lusófonos”.

O primeiro dia inclui, às 14:30, a palestra “De Bolsonaro a Lula: o lugar da UE na Política Externa Brasileira”, por Miriam Gomes Saraiva, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, seguindo-se três painéis com investigadores juniores de países lusófonos. No dia 28 destaca-se, às 16:30, uma mesa redonda com Miriam Gomes Saraiva, com João Queirós, subdiretor na Direção-Geral de Política Externa do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal, e com Laura Ferreira-Pereira, professora catedrática da EEG, membro do Centro de Investigação em Ciência Política (CICP) e coordenadora do Projeto EULUSO. A iniciativa tem entrada livre.

Os países lusófonos e a afirmação do papel internacional da UE

O Projeto EULUSO é financiado pelas ações Jean Monnet da União Europeia e visa discutir as relações entre a UE e os países da CPLP, em seminários, ações com escolas, publicações e outras iniciativas com a sociedade. Nesta primeira conferência é dado destaque ao Brasil. O evento surge num momento particularmente crítico para a UE, após um período de crise na zona Euro, do Brexit, da pandemia Covid-19 e no atual contexto de inflação, populismo e guerra na Ucrânia.

“A UE ainda não prestou a devida atenção aos países da CPLP na sua política de parcerias e o desenvolvimento de relações bilaterais e multilaterais com esses países tem o potencial de contribuir para o fortalecimento, diferenciação e resiliência do papel da UE como ator internacional. Por seu turno, os países lusófonos podem encontrar oportunas dinâmicas de parceria para a gestão dos seus desafios”, referem os investigadores Laura Ferreira-Pereira e João Mourato Pinto, do CICP-UMinho.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES