Centro Ciência Viva de Braga vai distribuir viseiras gratuitas às instituições da região
Quarta-feira , Setembro 23 2020 Periodicidade Diária nº 2583
Principal / Notícias / Centro Ciência Viva de Braga vai distribuir viseiras gratuitas às instituições da região

Centro Ciência Viva de Braga vai distribuir viseiras gratuitas às instituições da região

O Centro Ciência Viva de Braga, Planetário – Casa da Ciência de Braga, associou-se ao movimento 3DMask Portugal para fazer chegar, gratuitamente, viseiras às instituições da região que delas necessitem. As viseiras produzidas pelo movimento 3DMask Portugal são gratuitas mas em número limitado. Estes equipamentos de segurança são produzidos exclusivamente por voluntários, maioritariamente nas suas casas, e têm um fim social.

O projeto envolve “Makers” um pouco por todo o país que produzem nas suas impressoras 3D viseiras e protetores de orelhas. Os materiais usados na construção das viseiras são oferecidos pela sociedade civil às equipas de voluntários que depois as produzem e são de seguida distribuídos a quem deles necessite.

Assim as entidades de Saúde, Lares ou IPSS podem fazer os pedidos em https://3dmask-portugal.eu/pedidos/. Depois de feito o pedido os responsáveis do projecto 3Dmask Portugal fazem chegar as viseiras ao Centro Ciência Viva de Braga que se encarregará de coordenar a distribuição das mesmas. Até ao momento foram feitos cerca de 1.500 pedidos aos quais se prevê seja dada resposta já nos próximos dias.

Para o diretor do Centro Ciência Viva, esta é uma oportunidade de ajudar as instituições e sobretudo de responder à emergência nacional. Sendo um projeto de voluntários, em que a entrega das viseiras é gratuita, fizemos questão de nos associarmos e de colocar a nossa equipa e os nossos recursos à disposição. A necessidade na região de Braga (sobretudo de lares de idosos) tem aumentado muito, de dia para dia, e é muito importante abrandar a epidemia. Este é um dos nossos contributos”.

As viseiras são sempre reutilizáveis bastando que depois de cada utilização mergulhar as viseiras numa diluição de lixívia em água na proporção 1:3, que permite garantir a integridade dos plásticos e acetatos utilizados. Pode ainda ser usado álcool ou sabão. “Em 30 segundos teremos uma viseira higienizada e pronta a ser utilizada de novo”, disse.