Sábado, Outubro 23, 2021
16.2 C
Braga
InícioBragaCDU Braga alerta para degradação na EB 2,3 Frei Caetano Brandão

CDU Braga alerta para degradação na EB 2,3 Frei Caetano Brandão

CDU Braga

A CDU Braga esteve esta segunda-feira na EB 2,3 Frei Caetano Brandão, a propósito “da degradação das suas condições materiais”.

Bárbara Barros, vereadora e candidata à presidência da Câmara de Braga, e João Baptista, membro da Assembleia Municipal e 1º candidato ao órgão, ouviram a Associação de Pais, a Direção da escola e a Associação de Estudantes.

A CDU Braga refere que desde 2018, altura em que o partido visitou a Frei Caetano Brandão, que o Grupo Parlamentar do PCP “apresentou, na Assembleia da República, um projeto a propor a sua requalificação, as condições do piso do campo desportivo e da caixilharia do edifício foram piorando”. “Esta escola aguarda a requalificação aprovada no parlamento em 2018 e, que supostamente estaria incluída nas candidaturas ao quadro de financiamento do Portugal 2020”, recorda Bárbara Barros. 

“Importa, antes de mais, perceber o atraso desta requalificação, matéria que iremos dirigir ao Governo através de intervenção na Assembleia da República”, explicou a vereadora da CDU.

Sobre a responsabilidade do Município de Braga na conservação e manutenção desta escola, Bárbara Barros acusa o presidente da Câmara de “desconhecimento da realidade”. “Basta uma visita a esta escola para se perceber que há muitas intervenções de conservação e manutenção que urgem, e que fariam diferença para a comunidade escolar enquanto aguarda a prometida requalificação”, realça.

Bárbara Barros deixou uma palavra de solidariedade com toda a comunidade escolar da Frei Caetano, bem como à Associação de Pais desta escola, “pela união em torno deste objetivo que deve ser assumido por todos, de dotar esta escola de condições capazes de refletir o seu distintivo projeto educativo”.

Amanhã, dia 16 de junho, está prevista uma manifestação com 500 alunos que vão protestar para que haja obras de requalificação nesta escola.

“Esta manifestação marca o início do protesto dos cerca de 500 alunos, uma vez que a Escola EB 2,3 Frei Caetano Brandão, já com 38 anos de funcionamento, não teve, ainda, obras de conservação e modernização que facultem a comodidade que é dada a alunos que frequentam outras escolas da cidade e do país”, dise a Associação de Estudantes e a Associação de Pais e Encarregados de Educação da EB 2,3 Frei Caetano Brandão.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS