Sábado, Fevereiro 17, 2024
18.4 C
Braga
InícioReportagemBraga: Lar de Idosos vai ser realidade na freguesia de Arentim

Braga: Lar de Idosos vai ser realidade na freguesia de Arentim

© Angélica Antunes

A construção de um Lar de Idosos vai ser realidade na freguesia de Arentim, em Braga. Promovido pela ADICA – Associação de Defesa do Idoso e Crianças de Arentim, o lar terá terá capacidade para 39 utentes, num investimento superior a 3 milhões de euros, cuja construção estará a cargo do Grupo ABB. O contrato de empreitada foi assinado esta sexta-feira na sede da ADICA.

© Angélica Antunes

Para Manuel Pinto, presidente da ADICA, este projeto é um “marco crucial” para a comunidade de Arentim, visando criar um espaço dedicado ao cuidado e acolhimento de idosos. 

© Angélica Antunes

“Surgiu a oportunidade de candidatura ao Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais 3.ª Geração (PARES 3.0) para um lar com 39 utentes e serviço de apoio domiciliário. Foi aprovado com financiamento público de 1.063.000 euros, em que o custo total da obra rondava 1.800.000 euros, mas para o nosso mal, os custos da obra foram subindo drasticamente, sendo agora adjudicada por um valor de 3.173.000 euros. Estamos certos que para nós é um enorme desafio, mas acreditamos que não estamos sós e contamos com o apoio de todos, desde a Câmara Municipal de Braga, a Segurança Social, a Junta de Freguesia, a comunidade da União de Freguesias e a conceituada empresa, a ABB”, disse o presidente.

© Angélica Antunes

Por seu turno, Guilhermina Sousa, presidente da União de Arentim e Cunha, parabenizou o trabalho e empenho da ADICA em tornar esta obra uma realidade na freguesia.

“Os nossos jovens não podem cuidar dos nossos idosos, por isso faz falta um lar. Dou os parabéns a toda a equipa. Da Junta de Freguesia, nas nossas modestas posses e modestos meios, estaremos aqui para apoiar. Vocês não estão sós, pois temos a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia e teremos certamente a população connosco”, sublinhou.

© Angélica Antunes

Em representação da Câmara Municipal de Braga esteve presente Carla Sepúlveda, vereadora da Coesão Social, que garantiu que a ADICA poderá contar com o apoio da autarquia bracarense.

“Aquilo que vos tenho a dizer é que estamos convosco, estaremos na medida das nossas possibilidades e tudo faremos para que este grande projeto seja a realidade que ele merece e que sobretudo venha trazer a qualidade de vida que nós todos ansiamos ter, mais para o final da nossa passagem pela Terra. Por isso é caso para dizer que quem espera sempre alcança. Muitos parabéns pela vossa persistência, perseverança e, sobretudo, pela vossa coragem em dar este passo. O valor é significativamente maior do que aquilo que esperavam e o esforço vai ter que ser grande, mas tenho que reconhecer que é um grande passo e um momento de grande coragem para finalizar este grande projeto”, sustentou Carla Sepúlveda.

Para a assinatura do contrato da obra marcou presença Paulo Ferreira, administrador do Grupo ABB – Alexandre Barbosa Borges, empresa vencedora do Concurso Público de Empreitada. “Este é um momento da ADICA. Estamos aqui para podermos concretizar na prática o vosso sonho, dos vossos anseios e os desejos da ADICA. Estamos a fazê-lo e vamos fazê-lo com gosto e com qualidade que esta obra merece”, salientou.

Joaquim Coutinho, tesoureiro da ADICA. também celebrou a assinatura do contrato da empreitada, projeto que “dará mais qualidade de vida aos idosos desta freguesia”.

O Lar de Idosos irá nascer na Rua do Assento, junto às Piscinas de Arentim. Com este novo projeto, a ADICA pretende também prestar apoio domiciliário aos seus utentes e combater o isolamento social e o abandono das pessoas idosas. O prazo de execução da obra é de 14 meses.

Sobre a ADICA

A Associação de Defesa do Idoso e Crianças de Arentim é uma Associação de natureza particular de Solidariedade Social com sede no edifício da Estação de Arentim, que tem como objetivo o apoio a crianças e idosos de Arentim e freguesias limítrofes.

Presentemente, a ADICA tem duas respostas sociais com acordo de cooperação com a Segurança Social: ATL – Atividades de tempos livres e SAD – Serviço de Apoio Domiciliário; uma resposta Social protocolada com a Junta de Freguesia: AAAF- Atividades e Acompanhamento de Apoio à Família; e uma resposta sem acordo de cooperação, mas de “extrema importância”: o transporte para consultas/fisioterapia.

A ADICA tem vindo a desenvolver um trabalho de proximidade com a população idosa, isolada e vítima de exclusão através da sua resposta social de Apoio Domiciliário, pelo que o alargamento da sua atuação através da construção de um Lar de Idosos permitirá um trabalho combinado entre a prestação de apoio domiciliário aos seus utentes e a promoção/estimulação do combate ao isolamento social e ao abandono da pessoa idosa.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES