Domingo, Fevereiro 25, 2024
11.2 C
Braga
InícioBragaBraga financia projetos de associações integrados no programa "Viva o Bairro"

Braga financia projetos de associações integrados no programa “Viva o Bairro”

© CM Braga

O Município de Braga volta a apoiar projetos inovadores, no âmbito do programa “Viva o Bairro”, uma iniciativa local de habitação, desenvolvida pela BragaHabit, que tem como objetivo intervir junto das comunidades locais para identificar necessidades em territórios prioritários.

Nesta segunda edição, são financiados dez projetos de melhoria e/ou requalificação propostos por associações de moradores e outras entidades com intervenção local, num valor global de 200 mil euros.

A cerimónia de assinatura dos protocolos decorreu na sexta-feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, e contou com a presença de João Rodrigues, vereador da Habitação da Câmara Municipal de Braga, Carla Sepúlveda, vereadora da Inovação e Coesão Social, e do administrador da BragaHabit, Carlos Videira.

“Este programa é um bom exemplo de democracia participativa, numa efetiva delegação de competências na sociedade e que coloca uma verba considerável ao serviço da população. Estes projetos foram propostos pelas diversas associações que desempenham um papel extremamente importante no âmbito de abrangência das suas comunidades”, referiu João Rodrigues, sublinhando que esta delegação de competências “é muito importante para o Município de Braga que, quer na vertente financeira, quer na vertente imaterial, tem desenvolvido diversos projetos que promovem a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos”.

Nesta edição foi financiado o projeto “Viva às Andorinhas”, da Associação de Moradores das Andorinhas em parceira com a Associação Ágora Bracarense (20.000 euros); “Bairro Alegre”, da Associação de Moradores do Bairro da Alegria em parceria com a Junta de Freguesia de São Victor (20.000 euros); “Escola de Música e Cidadania”, promovido pela Fundação Bomfim, em parceria com a União de Freguesias de São Lázaro e São João do Souto e Associação de Moradores do Bairro Nogueira da Silva (29.997 euros); “Envelhecimento Ativo”, da Associação de Moradores do Bairro Social das Enguardas, em parceria com a Junta de Freguesia de São Victor, Casa do Areal e Liga Portuguesa Contra o Cancro (20.000 euros).

Da lista de projetos aprovados constam ainda o “2.º Festival Internacional de Ilusionismo”, da Associação de Moradores de Montélios e São Frutuoso, em parceria com a União de Freguesias de Real, Dume e Semelhe, Associação de Moradores do Parque Norte e Escoteiros de Braga – Grupo 53 Real (20.000 euros); “Hortas Comunitárias”, da Associação de Moradores do Bairro Nogueira da Silva, em parceria com a União de Freguesias de São Lázaro e S. João do Souto (10.000 euros); “Das Ruas para o Ringue”, da Associação Parretas Team – APT, com o apoio da União de Freguesias de Braga Maximinos, Sé e Cividade (20.000 euros); “Academia Tecl@rt”, da Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa, em parceria com a Junta de São Victor e Associação Juvenil “A Bogalha” (20.000 euros); “CATIVAR 2.0”, da Associação Juvenil “A Bogalha”, com o apoio da Junta de São Victor, Casa de Saúde do Bom Jesus e Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (20.000 euros); e “Turma do Bairro”, da Organização Portuguesa de Ajuda Humanitária, em parceria com a ADMS – Braga (20.000 euros).

Recorde-se que na primeira edição, o “Viva o Bairro” apoiou dez projetos locais que contribuíram para o reforço da coesão social do território municipal. Com este programa, “o Município dá resposta às necessidades identificadas pelas comunidades, em função dos seus contextos, privilegiando a intervenção nos domínios da Cidadania, Educação, Emprego, Exclusão Social, Solidariedade Comunitária, Desporto, Saúde e Bem-Estar”.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES