Sábado, Agosto 13, 2022
16.7 C
Braga
InícioBragaBraga apresentou projeto conjunto desenvolvido com Enghien-les-Bains em conferência no Brasil

Braga apresentou projeto conjunto desenvolvido com Enghien-les-Bains em conferência no Brasil

© CM Braga

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, participou hoje na “Sessão Temática Transversal: Painel de Cooperação Internacional”, iniciativa realizada no âmbito da XIV Conferência Anual da UNESCO Creative Cities Network (UCCN), a decorrer no Brasil (Santos).

Durante esta sessão foi apresentado o projeto colaborativo “Imaginy Cartograhies”, desenvolvido em conjunto com a cidade francesa Enghien-les-Bains e que envolveu as Escolas André Soares e Collége Notre-Dame.

De março a junho deste ano, cerca de trinta jovens destas cidades trabalharam em conjunto com dois artistas, Miguel De e Lola Rossi, num projeto audiovisual artístico.

“Este projeto fez parte do programa oficial da temporada França – Portugal 2022 e representa a proximidade e amizade que unem estes dois países e territórios, realçando a cultura, o respeito pelos valores da diferença e a inclusão que partilhamos”, disse o edil.

Como sublinhou Ricardo Rio, este desafio envolveu os jovens participantes e mobilizou também artistas, professores e famílias. “O envolvimento de todos foi fundamental para o sucesso desta atividade, pelo que consideramos também essencial compartilhar com as comunidades locais os resultados do projeto e o filme dele resultante”, afirmou, adiantando que já decorreram em junho as apresentações públicas do filme nas duas cidades.

Ultrapassando as diferenças linguísticas e culturais, através de um programa de observação, exploração de técnicas de produção multimédia, workshops e residências artísticas, os jovens inventaram um território comum às suas cidades, construídos com basse nas suas semelhanças, particularidades e imaginação.

Enquanto Cidades Criativas da UNESCO na área das media arts, Braga e Enghien-les-Bains colaboraram em várias ocasiões no passado, propondo-se a colocar os jovens no centro do processo criativo.

“Desta forma estabelecemos novos espaços de encontro artístico e cultural a nível físico, virtual e emocional, Estimular a criatividade coletiva dos jovens por meio da tecnologia digital, reduzindo as desigualdades no acesso à criação artística e à cultura e fortalecendo o sentimento de pertencimento dos jovens em relação aos valores que norteiam a rede Cidades Criativas da Unesco”, sublinhou Ricardo Rio.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS