Terça-feira, Julho 23, 2024
37.8 C
Braga
OpiniãoSaúde Mental como direito humano básico

Saúde Mental como direito humano básico

© Flávia Freitas

O Dia Mundial da Saúde Mental foi estabelecido a 10 de outubro de 1992 pela Federação Mundial de Saúde Mental, sendo celebrado todos os anos como forma de consciencializar a população mundial para a Saúde Mental.

No ano de 2023, esta Federação assinala 75 anos de existência e o Dia Mundial da Saúde Mental subordinados ao tema Mental Health is a Universal Human Right para destacar a importância da Saúde Mental como direito humano básico, não passível de ser ignorado ou submetido a preconceitos pejorativos.

Enquanto internistas, todos os sistemas e órgãos são tidos em conta na prestação de cuidados ao doente, tendo a Saúde Mental um papel significativo na gestão do doente. Seguindo o exemplo dos idosos, uma doença orgânica infeciosa pode perturbar e manifestar-se como alteração do seu estado mental. Em suma, a saúde mental tem um papel preponderante na gestão dos doentes observados por Medicina Interna e restantes especialidades, devendo ser sempre considerada na avaliação do doente.

No outro lado do espectro, encontram-se os profissionais de saúde, que também são suscetíveis à doença mental. No estudo de 2019 da Ordem dos Médicos: “Burnout na Classe Médica em Portugal: Perspetivas Psicológicas e Psicossociológicas” demonstrou-se que “66% dos médicos da amostra analisada mostram um nível elevado de Exaustão Emocional, que 39% apresentam um nível elevado de Despersonalização dos doentes e que 30% revelam um índice elevado de Diminuição da Realização Profissional. Para além disso, 7% apresentam níveis elevados nos três indicadores de Burnout referidos.” Este estudo veio reforçar a evidência empírica que todos já tinham observado no local de trabalho.

Este dia Mundial da Saúde Mental também deve constituir uma forma de consciencializar a população para esta questão e a necessidade de serem criados mecanismos mais eficazes de melhoria da Saúde Mental, quer nos locais de trabalho, quer a nível superior com medidas globais de Saúde Pública.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES