Sexta-feira, Julho 19, 2024
20.6 C
Braga
AtualidadePolíticaSandra Amorim é candidata às Mulheres Socialistas de Braga

Sandra Amorim é candidata às Mulheres Socialistas de Braga

Com o lema "Afirmar, Garantir e Unir".

© Sandra Amorim

Sandra Amorim, membro da direção do Partido Socialista de Braga, anunciou hoje a sua candidatura a coordenadora das Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos de Braga.

Na sua carta de intenções, Sandra Amorim destaca “a importância da integração das mulheres na participação da vida política local”. “Vivemos tempos de grandes mudanças, onde a igualdade de género e os direitos das mulheres são questões centrais na construção de uma sociedade mais justa, equitativa e de futuro. No entanto, sabemos que esses direitos ainda são questionados por muitos”, afirmou a candidata.

A candidatura, sob o mote “Afirmar, Garantir e Unir”, está assente em quatro pilares de atuação: As Mulheres no Concelho de Braga, A Defesa das Listas Paritárias, Dar Voz às Associações, Combate à Violência de Género e Compromisso com a Estrutura.

Sandra Amorim sublinha que “a necessidade de reconhecer e valorizar o impacto das mulheres em Braga, promovendo políticas que garantam a sua plena participação na sociedade. Promover a participação das mulheres não é apenas uma questão de justiça, mas uma estratégia inteligente para o desenvolvimento sustentável do nosso concelho”.

A candidata enfatizou “a importância da implementação de listas paritárias, enfrentando desafios culturais e institucionais”. “Queremos que a promoção de listas paritárias em Braga tenha um impacto significativo na gestão local, freguesias e município, inspirando futuras gerações a envolverem-se na vida pública”, acrescentou.

Sandra Amorim pretende atuar como “um amplificador para as vozes das associações dirigidas por mulheres, proporcionando-lhes apoio e visibilidade”. “As associações desempenham um papel crucial na promoção da igualdade de género e no fortalecimento das comunidades”, sublinha.

Como referido, um dos pilares da candidatura é “a intensificação das campanhas de sensibilização e prevenção da violência de género, com foco em escolas, locais de trabalho e comunidades”. “Esta é uma causa que exige nosso compromisso contínuo e ações concretas para garantir um futuro onde todos possam viver livres de violência e discriminação”, destaca Sandra Amorim.

Por último, reafirmou o seu compromisso “profundo e inabalável com a estrutura das Mulheres Socialistas de Braga”. “Quero ser uma voz ativa e presente, garantindo que todas as mulheres do concelho se sintam representadas e apoiadas, prometendo trabalhar com dedicação para fortalecer esta estrutura”, concluiu.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES