Domingo, Junho 23, 2024
24.5 C
Braga
AtualidadeRicardo Rio defende maior vontade política da Comissão Europeia na promoção dos...

Ricardo Rio defende maior vontade política da Comissão Europeia na promoção dos ODS

© CM Braga

O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, participou hoje numa conferência online, organizada pelo Comité Económico e Social Europeu (órgão consultivo da União Europeia), subordina ao tema “Como reforçar a liderança da União Europeia nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)”.

Esta iniciativa teve como objetivo discutir prioridades para alcançar a neutralidade climática e o desenvolvimento sustentável, tanto a nível interno como internacional, antes das grandes cimeiras internacionais que se aproximam, nomeadamente o Fórum Político de Alto Nível sobre Desenvolvimento Sustentável, marcado para Julho, e a Cimeira dos ODS em Nova Iorque, em Setembro. Ambos os eventos irão realizar-se em Nova Iorque.

Como sublinhou Ricardo Rio, para que o reforço da liderança da União Europeia nos ODS seja possível, é necessário que exista, acima de tudo, vontade política. “Um dos problemas fundamentais com que nos deparamos é o declínio da promoção dos ODS ao mais alto nível da Comissão Europeia, o que ficou também evidente com a falta de vínculo entre estes e os Plano de Recuperação para a Europa. Só revertendo esta realidade podemos esperar que os ODS retomem o seu papel central na narrativa política”, afirmou, pedindo que o próximo presidente da Comissão Europeia inclua os ODS como uma linha orientadora das suas prioridades políticas.

Garantindo que a União Europeia pode beneficiar da experiência das autoridades locais e regionais e da partilha de boas práticas já existentes e com resultados comprovados, o autarca desafiou as cidades e regiões a incentivar os Estados-Membros a apoiar os ODS. “A liderança interna da União Europeu nesta matéria dar-lhe-á a credibilidade necessária para liderar também a nível internacional”, adiantou.

Todos os participantes partilharam as suas ideias sobre a forma como a liderança da União Europeia pode assegurar um envolvimento significativo da sociedade civil, continuar a mobilizar as partes interessadas durante os próximos sete anos e fazer avançar os ODS na Europa e no mundo.

O documento fornecerá também recomendações concretas para acelerar a acção sobre os ODS e promover um envolvimento estruturado com a sociedade civil por parte do atual e próximo Parlamento Europeu e da Comissão Europeia (após as eleições de Maio de 2024).

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES