Sexta-feira, Março 1, 2024
6.7 C
Braga
InícioRegiãoVila Nova de FamalicãoProjeto comunitário “50 Cravos” vence "Programar em Rede" em Famalicão

Projeto comunitário “50 Cravos” vence “Programar em Rede” em Famalicão

© CM Famalicão

A Momento – Artistas Independentes venceu a edição 2023/2024 do “Programar em Rede”, promovido pelo Município de Vila Nova de Famalicão, com o projeto comunitário “50 Cravos” que será desenvolvido ao longo do próximo ano e resultará num espetáculo inspirado nos 50 anos do 25 de Abril.

O projeto vencedor, que irá agora ser contemplado com um apoio municipal de 10 mil euros, consiste numa criação artística comunitária desenvolvida pela estrutura artística famalicense Momento, juntamente com a comunidade local, que terá como ponto de partida o 25 de Abril de 1974 em Famalicão.

“Este espetáculo não será um espetáculo-documentário do que se passou, mas sim um espetáculo para olharmos para o futuro e para pensarmos onde queremos estar daqui a 50 anos”, pode ler-se na sinopse do projeto.

O projeto comunitário “50 Cravos” contará com uma residência artística de investigação para descobrir histórias, relatos, cartas trocadas entre pessoas que viveram este período histórico, com o intuito de criar um texto construído com os cidadãos famalicenses, de forma a fabricar, também, uma memória destas pessoas na própria dramaturgia.

Após a construção do enredo desta performance documental, haverá ensaios abertos à comunidade e a apresentação pública acontecerá no território da Comissão Social Inter-freguesias (CSIF) de Fradelos, Ribeirão e Vilarinho das Cambas.

A apresentação e votação dos projetos candidatos ao apoio do “Programar em Rede 2023/2024” aconteceu na reunião do Conselho Municipal da Cultura, que teve lugar no passado dia 27 de novembro, na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, com a presença dos parceiros culturais que integram este órgão.

A presente edição do Programar em Rede também contou com candidaturas da Associação de Moradores das Lameiras (AML) com o projeto “Mostr’ARTE – Inclusão Social Pela Arte”, que recebeu cinco votos dos membros do Conselho Municipal da Cultura, e do Agrupamento de Escolas de Ribeirão com “Costur’Arte”, que recebeu dois votos. A proposta vencedora, “50 Cravos”, conquistou um total de 10 votos.

Recorde-se ainda que o “Programar em Rede” foi lançado pela autarquia famalicense em 2016 através do Conselho Municipal de Cultura e tem como objetivo envolver vários agentes culturais do concelho na concretização de um evento que se diferencie pela inovação e criatividade, pela capacidade de articulação de meios, pela mobilização e atração de público e pela descentralização da atividade cultural.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES