Sábado, Dezembro 3, 2022
5.4 C
Braga
InícioEducaçãoPedro Arezes reconduzido na presidência da Escola de Engenharia da UMinho

Pedro Arezes reconduzido na presidência da Escola de Engenharia da UMinho

Pedro Arezes

O professor catedrático Pedro Arezes é reconduzido esta sexta-feira, dia 30, como presidente da Escola de Engenharia da Universidade do Minho (UMinho). A cerimónia conta com o reitor Rui Vieira de Castro e decorre às 15:00, no auditório B1.10 do campus de Azurém, em Guimarães, tendo transmissão online no Youtube da EEUM. Para o triénio 2022-25, Pedro Arezes vai ter como vice-presidentes os professores António Vicente, Lígia Rodrigues e Raúl Fangueiro.

Pedro Arezes nasceu há 49 anos em Barcelos e vive em Guimarães, sendo doutorado em Engenharia de Produção e Sistemas pela UMinho. É diretor do Programa MIT Portugal desde 2016. Trabalhou por vários períodos em universidades estrangeiras, como TU Delft (Holanda), MIT e Harvard (ambas nos EUA), tendo sido bolseiro da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Fundação Gulbenkian e Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento.

Coordenou e colaborou em mais de 50 projetos de I&D e com a indústria, é (co)autor de mais de 300 de artigos em revistas internacionais, foi convidado para uma centena de palestras (metade no estrangeiro) e recebeu prémios em vários países. Além disso, foi perito da Comissão Europeia e membro de comissões de avaliação em Espanha, Irlanda, Brasil, EUA, Polónia, Chipre e Emirados Árabes Unidos.

A EEUM foi fundada em 1975. É a maior Escola da UMinho, com nove departamentos (Informática, Produção e Sistemas, Eletrónica Industrial, Sistemas de Informação, Engenharia Biológica, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia de Polímeros e Engenharia Têxtil) e nove centros de investigação (2C2T, Algoritmi, CEB, CMEMS, CTAC, IPC, ISISE, HASLab, METRICs). Conta com 353 docentes de carreira, 444 investigadores doutorados, e mais de 100 técnicos administrativos e de gestão. No último ano letivo integrou 6925 estudantes, distribuídos por 14 licenciaturas, 13 mestrados integrados, 35 mestrados e 20 doutoramentos. Recebe agora 824 novos alunos no âmbito da 1ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, em Guimarães e Braga.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS