Covid-19: Portugal volta ao confinamento a partir da meia-noite de sexta-feira
Sábado , Janeiro 16 2021 Periodicidade Diária nº 2698
Principal / País / Covid-19: Portugal volta ao confinamento a partir da meia-noite de sexta-feira

Covid-19: Portugal volta ao confinamento a partir da meia-noite de sexta-feira

CMB

O primeiro-ministro António Costa anunciou hoje as novas medidas para o novo confinamento, face ao aumento de casos e mortes diárias por Covid-19. As novas medidas entram em vigor a partir da meia-noite de sexta-feira, 15 de janeiro.

“Este é o momento mais perigoso e mais esperançoso. Mas ao mesmo tempo quando há mais 156 falecimentos, ontem mais 155 e um total de 535 pessoas que morreram com Covid desde domingo, percebemos também que é o momento mais perigoso. A esperança que a vacina nos dá alimenta o relaxamento que torna mais perigosa esta pandemia”, disse o primeiro-ministro, reforçando que “não é aceitável haver mais de cem mortes por dia”.

O primeiro-ministro informou que o país vai regressar ao mesmo confinamento de março e abril, em que a regra “é ficar em casa”, havendo a possibilidade de trabalhar, fazer passeios higiénicos ou ir à mercearia.

As escolas vão manter-se abertas, sendo a “única nova e relevante exceção”. “Vamos manter em pleno funcionamento todos os estabelecimentos educativos como têm estado a funcionar até agora”, realçou.

O teletrabalho é imposto sem ter de haver um acordo entre a entidade patronal e o trabalhador, sendo sempre obrigatório quando possível.

Os serviços públicos estarão abertos mediante marcação prévia e os tribunais. Consultórios, dentistas e farmácias também permanecem em funcionamento.

O comércio e a restauração, bares e cafés serão encerrados, excepto as mercearias.

As cerimónias religiosas são permitidas, de acordo com as orientações da Direção-Geral da Saúde.

Os estabelecimentos culturais encerram, como também ginásios e outros recintos desportivos.

As multas para quem violar as regras do novo confinamento serão duplicadas, como, por exemplo, não usar máscara na via pública.

O desporto profissional vai manter-se, mas sem público.