Quarta-feira, Junho 29, 2022
15.1 C
Braga
InícioAtualidadeO telemóvel como ferramenta do dia a dia

O telemóvel como ferramenta do dia a dia

© Unsplash

Nos últimos anos, as prateleiras — reais e virtuais — foram invadidas por uma imensa quantidade de novos dispositivos para facilitar a transição da vida analógica para o mundo digital. No entanto, nenhuma dessas novas ferramentas adaptou-se tão bem como o telemóvel, que foi, sem dúvida, a grande criação desta transformação digital.

Uma tendência em crescendo

Quando chegou a Portugal, em 1991, tinha um objetivo relativamente simples: fazer e receber chamadas em qualquer lugar, sem que o seu utilizador estivesse “preso” a um cabo. Por mais curioso que possa ser, na lista das atuais funcionalidades dos telemóveis, a realização de chamadas talvez seja a menos utilizada.

Os números não mentem, o telemóvel é o dispositivo mais utilizado pelos portugueses. Um estudo da Marktest revelou que existem mais de 9 milhões de telemóveis em Portugal, este número mostra que 96,5% da população tem um aparelho de comunicação móvel. Quando o assunto é qual o modelo de telemóvel, outra pesquisa aponta que a população está a par dos avanços tecnológicos: 84% dos utilizadores afirmaram que utilizam smartphones, os dispositivos mais avançados e com mais funcionalidades, especialmente aquelas ligadas ao uso da internet.

O telemóvel é então uma das chaves para o mundo digital. Isto porque, é justamente na internet que o telemóvel encontra a sua principal atividade. Dados divulgados pela Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) revelam que 75% das conexões à Internet ocorrem através de dispositivos móveis. O grande fluxo virtual está diretamente ligado aos telemóveis.

Uma vez conectados, os utilizadores portugueses dedicam muitas horas às redes sociais, sendo este um dos principais usos relacionados com o telemóvel, como revelou outro estudo da Marktest, em que 92% dos entrevistados afirmaram aceder às redes sociais através do smartphone. É também através das redes sociais que as notícias são consumidas para muitos utilizadores, superando inclusive as versões online de jornais tradicionais.

Existem outras iniciativas, como a da Câmara de Famalicão que criou uma aplicação para integrar a comunidade e os serviços municipais.

© Unsplash

O lado gaming dos telemóveis

Outro campo que reside nos smartphones é o dos videojogos. Nos últimos anos, os telemóveis tornaram-se verdadeiras consolas. Os avanços relacionados à capacidade de processamento e o desenvolvimento de novos jogos e aplicações fizeram do equipamento uma consola portátil, e o catálogo não deixa nada a desejar.

É possível jogar os principais videojogos da atualidade, e tudo isto na palma da mão. Os jogos das consolas e PC, como Fortnite, Call Of Duty, PUBG New State, FIFA, contam com versões especiais para dispositivos móveis e são sucessos na Google ou Apple Store.

E não são só estes jogos que fazem parte do mundo mobile, os clássicos também marcam presença. É possível disputar partidas simples e até mesmo campeonatos de xadrez online através de sites como o Chess.com; Os clássicos jogos de casino como blackjackslots e roleta também estão disponíveis, em plataformas como a PokerStars Casino; e, ainda existe a possibilidade de experimentar videojogos clássicos e modernos em serviços como a Steam.

Tudo à distância de um clique

Por outro lado, além do lazer, o telemóvel surge também como a nova ferramenta de pagamento. Recentemente os smartphones ganharam a função de Wallet, ou em português claro: carteira.

Esta nova funcionalidade levou para dentro dos dispositivos os cartões de crédito e débito, além dos bancos. A soma destes meios de pagamento fez com que através do telemóvel seja possível pagar as compras do supermercado utilizando o mesmo como cartão, e também realizar transferências bancárias com alguns toques no ecrã. Desta forma, o telemóvel começa a ocupar o lugar dos cartões de crédito e débito, que ocupa o lugar que já foi das notas e moedas.

Em suma, não há dúvidas, entre todas as novas ferramentas que surgiram da transformação digital, o telemóvel é o dispositivo que melhor se adaptou às necessidades dos utilizadores. Por se tratar de um aparelho que com o passar dos anos e, com as novas exigências da revolução tecnológica, evoluiu para acompanhar os desafios e auxiliar os utilizadores, o telemóvel mostra-se uma ferramenta indispensável para acompanhar as mudanças e aproveitar as facilidades que a era digital oferece.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS