Segunda-feira, Abril 22, 2024
14.9 C
Braga
AtualidadeMunicípio de Braga vai ajudar jovens na compra de habitação

Município de Braga vai ajudar jovens na compra de habitação

O Município de Braga vai proceder à primeira alteração ao Regulamento de Benefícios Fiscais para fornecer apoios e incentivos para a aquisição de habitação própria por parte dos jovens residentes no concelho.

© CM Braga

A Câmara de Braga vai proceder à primeira alteração ao Regulamento de Benefícios Fiscais, com o intuito de fornecer apoios e incentivos para a aquisição de habitação própria por parte dos jovens residentes no concelho. A medida será analisada na próxima reunião de Executivo Municipal, que irá decorrer na terça-feira, na Junta de Freguesia da Sé.

Das alterações contam o reembolso de 25% do Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) para jovens entre os 18 e os 35 anos, que adquirirem prédios urbanos ou fracções autónomas destinadas exclusivamente à sua habitação própria e permanente. Este reembolso será igualmente aplicável a casais ou coproprietários, desde que um dos adquirentes tenha até 35 anos e o outro não tenha mais de 40 anos.

Para ser elegível, os requerentes não podem possuir nenhum outro prédio urbano ou fracção autónoma destinada à habitação no concelho de Braga. Além disso, o reembolso de 25% do IMT será concedido desde que o valor de aquisição não ultrapasse os seguintes limites de tipologia: T1: 200.000 euros, T2: 250.000 euros e T3: 300.000 euros.

Após o reconhecimento do direito ao apoio, a Câmara Municipal de Braga procederá ao reembolso de 25% do imposto pago, deduzido o valor dos encargos suportados com a liquidação e cobrança daquele imposto pela Autoridade Tributária. Além disso, os jovens terão a oportunidade de receber uma comparticipação de 50% do custo do projecto de construção/reconstrução, até ao montante máximo de 1.000 euros, desde que o projecto se destine exclusivamente à habitação própria e permanente dentro do Município de Braga.

Estas medidas visam proporcionar aos jovens residentes em Braga uma maior acessibilidade à habitação própria, promovendo assim o desenvolvimento e o bem-estar da comunidade.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES