Quarta-feira, Novembro 30, 2022
9.5 C
Braga
InícioBragaJantar junta mais de 100 pessoas em Braga para apoiar doentes com...

Jantar junta mais de 100 pessoas em Braga para apoiar doentes com cancro da mama

© CM Braga

Na última sexta-feira, cumpriu-se em Braga o já tradicional “Jantar Rosa Vida”. Cerca de 120 pessoas participaram nesta que é já a 5ª edição, onde a totalidade das verbas angariadas revertem a favor da Associação Rosa Vida para apoiar os projetos “Quality Onco Life Program” e o Programa Municipal  “Pulsar”.

Sameiro Araújo, vice-presidente do Município de Braga, salientou que “este é um mês de várias atividades em prol de um grande objetivo. O jantar ‘Rosa Vida’ voltou a unir vontades de diversas entidades com uma meta comum”.

A vice-presidente, também ela responsável pelo pelouro da saúde, relembra que “mais do que a importância da cura, é na prevenção que temos de apostar. Com esta iniciativa, pretendemos acima de tudo congregar esforços de diversas entidades e sensibilizar a população para a importância da prevenção, mas também ajudar todos os que ultrapassaram a doença a regressar à sua vida normal, adotando um estilo de vida saudável”.

Cumprida a 5ª edição deste jantar, que juntou caras conhecidas de Braga e do país, o organizador e presidente da associação “Rosa Vida”, Paulo Morais, espera que “a iniciativa não esmoreça, e que cada vez mais as entidades públicas e privadas olhem para o cancro de mama com a certeza que juntos, conseguiremos ir muito mais longe”. E foi nesse sentido que a Associação Rosa Vida e o Município de Braga decidiram ainda estreitar mais o seu trabalho conjunto, no sentido de unir dois projetos, o QOLP e o Pulsar, e dotar este último de mais valências tão essenciais no tratamento e reabilitação do doente oncológico, como seja o treino de força adaptado, a hidroterapia e o Pilates Clinico e Reiki.

Para Paulo Morais, este é “o início de uma nova etapa, onde entidades publicas e privadas quebram barreiras, e vão trabalhar juntos em prol de um bem como: aumentar a qualidade de vida do doente oncológico”.

E assim, a partir de agora, com a cedência do espaço e equipamentos por parte do Gym Tónico, podem o Município e os Hospitais encaminhar os seus doentes oncológicos para o PULSAR, um projeto único e agora dotado de validação científica e infraestruturas como uma piscina sem cloro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS