Domingo, Janeiro 23, 2022
11.7 C
Braga
InícioBragaHospital de Braga promove sessão educativa para doentes com diabetes tipo 1

Hospital de Braga promove sessão educativa para doentes com diabetes tipo 1

Hospital de Braga

Realizou-se na semana passada, no auditório principal do Hospital de Braga, uma sessão educativa para adultos com diabetes tipo 1 que usam dispositivo de perfusão subcutânea contínua de insulina (PSCI), vulgo bomba infusora de insulina.

Esta ação de formação teve a participação de quase 80% dos diabéticos tipo 1 convocados. Quarenta e cinco diabéticos tipo 1 e acompanhantes assistiram, presencialmente, no auditório, e 58 utentes acederam remotamente à reunião.

A diabetes tipo 1 é uma doença crónica marcada por um défice absoluto de insulina, cujo tratamento depende da terapêutica vital com esta hormona, que pode ser administrada através de canetas ou por dispositivo PSCI.  Os sistemas de PSCI constituem a forma mais avançada de ministração de insulina em pessoas com diabetes tipo 1, permitindo uma melhoria potencial do controlo glicémico e a optimização da qualidade de vida.  

O Hospital de Braga constitui um dos 24 Centros de Tratamento reconhecidos a nível nacional pelo Plano Nacional para a Diabetes, da Direção Geral da Saúde (DGS), para o tratamento com estes dispositivos. Considerado Centro de Tratamento desde 2011, constitui um dos principais Centros a nível nacional, pelo número de doentes em seguimento que já usam esta forma de administração de insulina.

O Hospital de Braga conta já com 278 utentes a frequentar a Consulta Multidisciplinar de PSCI, 150 no Serviço de Endocrinologia (adultos) e 128 no Serviço de Pediatria. Anualmente, um número importante de dispositivos é disponibilizado a cada Centro de Tratamento para atribuição a diabéticos tipo 1 com interesse e aptidão para a sua utilização.  

Esta ação de formação surge como necessidade de transmitir informações relevantes de caráter organizacional, bem como rever conceitos essenciais para o bom aproveitamento desta forma de tratamento. Fisiopatologia da diabetes tipo 1, monitorização flash e contínua dos níveis de glicose intersticial, aplicações móveis para a gestão da diabetes, novas métricas de monitorização do controlo da doença e contagem de hidratos de carbono foram alguns dos aspetos explorados na sessão.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS