Quarta-feira, Outubro 5, 2022
17.8 C
Braga
InícioBragaHospital de Braga é o primeiro do país a formar em ITLS

Hospital de Braga é o primeiro do país a formar em ITLS

© Hospital de Braga

Hospital de Braga é o primeiro do país com certificação interna do curso ITLS, cujo foco é a abordagem prática e sistematizada da vítima de trauma.

Este curso foi criado para a abordagem de vítimas no contexto pré-hospitalar, mas posteriormente pelo seu impacto positivo, passou a ser aplicado às equipas intra-hospitalares. Uma das bancas práticas é direcionada para a Sala de Emergência, e passa pela transição do pré para o intra-hospitalar, onde se criam sinergias interespecialidades e se abordam técnicas avançadas de entubação, via aérea difícil, acesso intraósseo e descompressão de pneumotórax. Trata-se de um dos cursos que integra a formação obrigatória em especialidades médicas, como é o caso da Anestesiologia.

Este curso ITLS, em parceria com a Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (CESPU), que é o CHAPTER ITLS em Portugal, é creditado e com reconhecimento internacional, dirigido a diferentes grupos profissionais e integra a formação obrigatória em várias especialidades médicas, tendo como objetivos a uniformização e o reforço de conhecimentos e formação na área do trauma.

O Hospital de Braga é, assim, o primeiro do país a ter este curso enquanto entidade formadora contando com 11 profissionais já capacitados para lecionar este tipo de formação, seguindo a metodologia internacional ITLS de avaliação de uma vítima de trauma, com maior diferenciação técnica, científico e educativa.

Este curso, de vertente teórica e prática, decorrerá em dois dias e conta com a presença de 3 formadores do Hospital de Braga (médicos e enfermeiros) e 12 formandos de diferentes especialidades (Anestesiologia, Cuidados Intensivos, Cirurgia Geral, Pediatria, Ortopedia e do Serviço de Urgência).

Esta formação pretende otimizar as boas práticas e a prestação dos cuidados a este tipo de vítimas reforçando-se, assim, a importância da valorização profissional enquanto elemento que capacita e reforça as qualificações dos profissionais, permitindo-lhes uma atuação mais rápida e sistematizada perante situações de Trauma.

Para janeiro do próximo ano já se encontra prevista uma nova edição.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS