Domingo, Maio 19, 2024
18.4 C
Braga
AtualidadeFestival Convergências celebra 10 anos com programa repleto de cultura

Festival Convergências celebra 10 anos com programa repleto de cultura

© CM Braga

O Festival Convergências, que celebra a Cultural de Portugal e a Galiza, chega à sua décima edição. O que começou por ser um encontro de música e poesia, entre os dois lados da fronteira, transformou-se num festival cultural com várias propostas artísticas, da música à dança, do teatro ao cinema, pontuada com momentos de tertúlia e poesia.

A décima edição do Convergências – que vai decorrer de 3 de fevereiro a 9 de março, nas cidades de Braga, Padrón, Ponteareas, A Estrada e Santiago de Compostela, foi apresentada, esta sexta-feira, em conferência de imprensa, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva.

“Contamos, nesta décima edição, com a participação de cerca de 300 artistas das mais diversas áreas, o que demonstra bem a grandeza deste Festival”, afirmou Jaime Torres, do grupo Canto D’Aqui, que organiza o evento.

Para o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, “o Convergências cresceu e é já um festival que marca este território”.

“A identidade histórica que temos entre o Norte de Portugal, nomeadamente, entre Braga e a Galiza vai-se consolidando ao longo do tempo com iniciativas como esta, que aproximam os agentes culturais e os cidadãos, que os sensibilizam para aquilo que nós temos em termos de valores e de identidade cultural e que concretizem iniciativas que sejam um convite para que bracarenses possam visitar diversos espaços da Galiza e que os galegos possam também ocorrer à cidade de Braga para usufruir de dinâmicas culturais”, acrescentou o autarca.

Do vasto programa destaque para os concertos, nomeadamente, o “Tributo a Zeca Afonso e Rosalía de Castro” por Amâncio Prada, Orquestra Filarmónica de Braga, Canto D’Aqui e Coro de Pais do Conservatório Gulbenkian de Braga, que vai decorrer no dia 25 de Fevereiro, pelas 17:00, no Theatro Circo.

A Noite de Fado Convergente com Uxía e Camané será outro dos momentos altos do programa musical. O concerto vai decorrer dia 22 de Fevereiro, pelas 21:30, no Espaço Vita.

Referência ainda para o concerto de abertura que se realiza já este sábado, 3 de fevereiro, pelas 20:00, na Galiza, no Teatro Principal de A Estrada e que será um Concerto Fusão Tradicional, com os Canto D’Aqui e a Banda de Música Municipal de A Estrada.

A fechar o Convergências, a 9 de março, pelas 20:00, no Auditório Reveriano Soutullo, em Ponteareas, irá decorrer um concerto pela Orquestra de Cordofones Tradicionais de Braga e Orquestra local de Ponteareas.

O teatro, a dança e a literatura também marcam presença no festival.

Estes prometem ser dias enriquecedores a nível de conhecimento com eventos de grande interesse cultural e musical, incidindo sempre na sua temática principal de evocar os nomes de José Afonso e Rosalía de Castro.

Braga recebe ciclo de cinema galego

O Lucky Star – Cineclube de Braga associa-se ao festival “Convergências” para um mini-ciclo de cinema galego às segundas-feiras do mês de Fevereiro. Todas as sessões realizam-se às 21:30 no auditório da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva.

Na primeira segunda-feira de fevereiro, dia 5, serão exibidas as curtas-metragens “A Rosa Incandescente”, sobre a escritora e poetisa galega Rosalía de Castro, e “As Almas do Fental”. Ambas as curtas foram realizadas por David Vàsquez e a sessão contará com a presença de Anxos García Fonte, produtora e argumentista de “A Rosa Incandescente”.

“Zeca 1972 Galiza” é a curta-metragem que se exibe no dia 12. Realizada pela cooperativa Xarda, que estará representada na sessão com as presenças de Elena Martín e Pablo Santiago, é sobre um famoso concerto que José Afonso deu no Burgo das Nácions, em Santiago de Compostela, onde cantou pela primeira vez ao vivo a “Grândola Vila Morena”.

Na última sessão à segunda-feira, dia 19, é exibido “Eles Transportan a Morte” de Samuel M. Delgado e Helena Girón, longa-metragem sobre três condenados à morte que embarcam rumo ao Novo Mundo com Cristóvão Colombo, em 1492, para tentar escapar ao seu destino.

“Convergências” é um evento desenvolvido pelo grupo Canto D’aqui em parceria com o Centro de Estudos Galegos da Universidade do Minho, que conta com o apoio do Município de Braga, da Xunta de Galicia e da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, envolvendo ainda na organização diversas instituições de Portugal e da Galiza.

A programação completa está disponível aqui.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES