Sábado, Abril 13, 2024
17.7 C
Braga
EducaçãoEstudante do IPCA vai estagiar na Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear

Estudante do IPCA vai estagiar na Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear

© IPCA

Nuno Fernandes, estudante do IPCA, foi selecionado pela European Organization for Nuclear Research (CERN), na Suíça, para um estágio remunerado de um ano.

Na CERN, irá ser responsável por desenvolver um software de medição e análise de ímanes que são utilizados no acelerador de partículas, desde o início até ao fim, para garantir a qualidade dos componentes.

Nuno Fernandes é estudante do IPCA desde 2017. Começou por frequentar o curso Técnico Superior Profissional em Sistemas Eletrónicos e de Computadores, seguindo depois para a licenciatura em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, estando agora a terminar o Mestrado em Engenharia Eletrónica e de Computadores.

Integrar a Organização Europeia para a Investigação Nuclear é um sonho tornado realidade. “Desde que tirei o meu curso profissional que ambicionava um dia poder ingressar na CERN”, refere Nuno Fernandes.

Para que a sua candidatura fosse bem-sucedida, o estudante refere que “os apoios que o IPCA dá aos seus estudantes, nomeadamente programas da RUN-EU, de co-criação e empreendedorismo e, claro, a ajuda do Gabinete de Relações Internacionais foram fundamentais” e contribuíram de forma decisiva para este desfecho.

O que é a CERN?

Fundado em 1954, o laboratório da CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear) localiza-se na fronteira Franco-Suíça, perto de Genebra, e dispõe do maior acelerador de partículas do mundo, designado de Large Hadron Collider (LHC). Este poderoso acelerador é utilizado para estudar as bases constituintes da matéria – as partículas fundamentais.

A CERN foi um dos primeiros empreendimentos conjuntos da Europa e abrange, atualmente, 21 estados-membros, incluindo Portugal.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES