Sábado, Abril 20, 2024
20.8 C
Braga
OpiniãoDia Mundial do Sono assinala-se no dia 15 de março

Dia Mundial do Sono assinala-se no dia 15 de março

Artigo assinado por Cristiana Silva, neurologista especialista em Medicina do Sono do CNS - Campus Neurológico.

© Cristiana Silva

Hoje, dia 15 de março, sexta-feira, comemora-se o Dia Mundial do Sono, uma data promovida pela World Sleep Society (Associação Mundial de Medicina do Sono) que visa fomentar a saúde do sono a nível global.

O tema de trabalho para este ano é “Sono de qualidade para todos, por uma melhor saúde global’” e pretende alertar para as diferenças da qualidade de sono na população mundial, respetivos desafios e acentuação da desigualdade na saúde.

O sono é essencial à vida e à nossa saúde, sendo fundamental para o bem-estar físico, mental e social. No entanto, é muitas vezes menosprezado, sendo a privação de sono considerada uma epidemia global de saúde pública. As exigências laborais e sociais, aliadas à intrusão tecnológica na nossa vida, podem prejudicar não só a quantidade, mas também a qualidade do sono, com impacto significativo na saúde e bem-estar.

Sabemos que a privação de sono diminui a capacidade de atenção e tomada de decisão, afeta a produtividade e o humor, aumenta o risco de acidentes e, a longo prazo, está também associada a um risco aumentado de desenvolver doenças, nomeadamente cardiovasculares, metabólicas e neurodegenerativas (como a demência de Alzheimer).

Neste Dia Mundial do Sono lembre-se de priorizar o seu sono e a sua saúde. Tenha em conta algumas destas dicas que podem fazer a diferença para uma boa noite de sono:

– Tente manter um horário regular para se deitar e levantar, incluindo nos dias livres;

– Mantenha um ambiente acolhedor no quarto (escuro, silencioso e com temperatura adequada);

– Deixe o telemóvel e outros ecrãs fora do quarto;

– Não leve problemas por resolver para a cama;

– Reserve o final do dia para si, procurando atividades que o relaxem cerca de 2 horas antes de se deitar;

– Implemente medidas para retomar o sono se acordar durante a noite: evite acender luzes fortes, olhar para o relógio. Se não consegue dormir, levante-se e faça alguma atividade relaxante fora do quarto. Tente praticar técnicas de relaxamento;

– Apanhe luz natural pela manhã;

– Pratique exercício físico de forma regular;

– Mantenha uma dieta saudável e evite refeições pesadas, com excesso de açúcar, bebidas alcoólicas e café/ou chás, ao final do dia;

Se tem queixas frequentes relacionadas com o sono, como:

– Dificuldade em adormecer ou em manter o sono;

– Despertares frequentes;

– Ressonar e/ou paragens da respiração durante a noite;

– Sono muito agitado;

– Sonhos vívidos;

– Incómodo nas pernas ou no corpo que dificultam o adormecer;

– Sensação de sono não reparador;

– Queixas de sonolência, cansaço, fadiga durante o dia.

Não hesite em procurar ajuda. Existem profissionais de saúde dedicados às Patologias do Sono que o podem ajudar.

Cuide do seu sono e dos que lhe são próximos. Juntos podemos dormir melhor e contribuir para uma melhoria da saúde global.

Artigo assinado por Cristiana Silva, neurologista especialista em Medicina do Sono do CNS – Campus Neurológico.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES