Domingo, Fevereiro 25, 2024
14 C
Braga
InícioBragaChega requereu ao Ministério Público uma investigação à Câmara de Braga

Chega requereu ao Ministério Público uma investigação à Câmara de Braga

© Eugénia Santos

O Chega, através da lista candidata à Câmara de Braga, requereu esta quarta-feira ao Ministério Público a abertura de uma investigação quanto à atuação do Executivo Municipal relativamente ao “processo de dissolução e liquidação da SGEB – Sociedade Gestora de Equipamentos de Braga por transmissão global do património, aprovadas em Reunião de Câmara por unanimidade”.

O Chega pretende “esclarecimentos sobre a alteração na estrutura acionista mediante a saída de uma sociedade que se encontra com um Plano Especial de Revitalização e a entrada de três sociedades distintas cuja gerência e administração é a mesma”.

Também foi solicitado uma investigação ao negócio de venda da participação que a Câmara Municipal de Braga detinha no Sporting Clube de Braga – Futebol SAD. “Este negócio carece de transparência na realização da venda, quer pelo valor baixo (1 euro cada ação), quer pelo anonimato do ou dos compradores. Ficando, deste modo, desonrado o compromisso assumido pelo anterior executivo e traindo os adeptos do SC Braga e todos os bracarenses, pois permitiu que a capacidade de gestão e decisão do clube, num futuro próximo, até possa ser transferida para um qualquer investidor estrangeiro. É nossa exigência a divulgação pública dos atuais detentores das ações, como decorre da lei em vigor”, denunciou Eugénia Santos, candidata à presidência da Câmara Municipal de Braga.

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES