Domingo, Maio 28, 2023
16.2 C
Braga
spot_img
InícioRegiãoEsposendeCatraia de Livros de Esposende evocou Agustina Bessa-Luís e Eugénio de Andrade

Catraia de Livros de Esposende evocou Agustina Bessa-Luís e Eugénio de Andrade

© CM Esposende

Duas semanas inteiramente dedicadas ao livro e à leitura. Foi assim que Esposende viveu, entre 5 e 17 de março, a segunda edição da Catraia de Livros – Semana da Leitura promovida pela Biblioteca Municipal Manuel de Boaventura e a Rede de Bibliotecas Escolares do Concelho de Esposende, em parceria com os estabelecimentos de educação e ensino do concelho.

Dedicada ao Centenário de Nascimento de Agustina Bessa-Luís e de Eugénio de Andrade, a iniciativa reuniu escritores, atores e músicos que revisitaram o universo dos dois escritores que, de alguma forma, passaram por Esposende.

A sessão de apresentação do mais recente livro do escritor e jornalista José Rodrigues dos Santos constituiu um dos momentos altos do evento, lotando completamente o Auditório Municipal de Esposende. Dignas de registo também as participações de Álvaro Laborinho Lúcio e de Cândido de Oliveira Martins, bem como de Rachel Caiano, João Tordo, Pedro Lamares, Rita Castanheira Alves, Lúcia Barros e Alberto Serra.

Referência também para os espetáculos e performances alusivos aos dois autores evocados, com a prestação da comunidade escolar do concelho. A Escola Profissional de Esposende levou a palco duas dramatizações “As Máscaras de Agustina” e “Ver Claro”, e o Coro dos Pequenos Cantores de Esposende apresentou o concerto “Agustina”, que contou com a participação especial da Companhia de Teatro Boca de Cena. Este espetáculo constituiu a estreia do ciclo “Agustina – canções para um espetáculo”, com composição de Fernando Lapa e poemas de Agustina Bessa-Luís e Hugo Dias.

No Largo Fonseca Lima, no centro da cidade, decorreu a Feira do Livro, onde o Município expôs as suas publicações, disponibilizando um espaço para venda de livros para os autores locais. Além da visita à Feira do Livro, e de várias ações dinamizadas naquele espaço, a comunidade escolar teve oportunidade de participar na visita guiada à exposição que assinala os 450 anos de elevação de Esposende a concelho – “Objetos com História: Uma viagem ao tempo de D. Sebastião, patente no Museu Municipal, e que se constitui como o culminar de um trabalho realizado nas escolas com a dinamização de ações sobre a história local.

Já os mais pequenos, do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo, tiveram oportunidade de participar na atividade Hora do Conto – Sortido de Contos, dinamizada no Auditório Municipal, ao longo das duas semanas de realização da Catraia de Livros pelas contadoras de histórias Virgínia Millefiori e Gusta Santos. Também dirigido aos mais pequeninos, decorreram oficinas com o apoio da equipa dos serviços educativos do Museu Municipal e, ainda, o Conto Musicado “E se a Música te contasse uma história?”, pela Orquestra da Costa Atlântica.

Numa época em que a digitalização está na ordem do dia, também esta componente não foi esquecida e, assim, para além de uma ação de formação sobre gamificação, dirigida a professores e dinamizada por Ulisses Mota, foi também promovida a atividade Caça ao Tesouro, “À Procura de Agustina e de Eugénio”, dirigida aos jovens do ensino secundário e do 3.º ciclo.

Apesar de as condições climatéricas não terem contribuído para a concretização conforme o programa estabelecido, os Concertos de Bolso, com o apoio da Escola de Música de Esposende, tiveram também o seu palco na Feira do Livro, representando o encerramento das atividades.

De resto, esta iniciativa concretizou um verdadeiro trabalho em rede, fomentando parcerias e rentabilizando recursos entre os dois Agrupamentos de Escolas (António Rodrigues Sampaio e António Correia de Oliveira), Escola Secundária com 3.º ciclo Henrique Medina, Escola Profissional de Esposende e Escola de Música de Esposende, envolvendo cerca de 5 000 alunos.

MAIS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES