Quarta-feira, Dezembro 7, 2022
14.4 C
Braga
InícioBragaBraga evoca memória de Victor de Sá

Braga evoca memória de Victor de Sá

© CM Braga

No âmbito das Comemorações do Centenário do Nascimento de Victor de Sá, promovido pelo Município de Braga e pela Fundação Bracara Augusta, decorreu ontem a leitura encenada da “Nova Cartilha do Povo”. Dinamizada pela Mala d’arte, a sessão teve lugar no Café Vianna, captando a atenção e a participação do público presente.

A iniciativa foi marcada pela presença de familiares de Victor de Sá e de Santos Simões, assim como de ilustres representantes e destacados democratas e oposicionistas à ditadura, com destaque para a presença de Margarida Malvar, uma das raras mulheres da Oposição Democrática, candidatas a eleições, durante os 48 anos de fascismo, que foi homenageada. A sessão, contou ainda com a presença de uma delegação do PCP e da presidente do Conselho Cientifico do Prémio de Victor de Sá.

Esta iniciativa contou com uma intervenção de Henrique Barreto Nunes que contextualizou a redição da “Nova Cartilha do Povo” a propósito do qual evocou a memória dos seus promotores António Marinho Dias, Humberto Soeiro, Santos Simões, Victor de Sá, Lino Lima e Margarida Malvar, assim como a partilha de memórias do tempo da repressão a cargo de Joaquim Loureiro e de Alfredo Ribeiro. Foram ainda evocados os democratas de Braga, entre os quais, José Sampaio e Fátima Soeiro, que também esteve presente.

A encenação, recriou um ambiente a lembrar a ditadura, esses tempos de medo, de opressão, mas também de revelação e esperança. Neste espaço, foi recriado um ambiente de esperança e, ao mesmo tempo, de suspeição, valorizando aqueles que, no trabalho coletivo, lutavam em prol da unidade democrática para o derrube do fascismo. Um espetáculo cheio de surpresas, conversas e olhares misteriosos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS