Sábado, Dezembro 3, 2022
5.4 C
Braga
InícioReportagemBraga: Aveleda honrou Nossa Senhora do Parto com Majestosa Procissão

Braga: Aveleda honrou Nossa Senhora do Parto com Majestosa Procissão

© Angélica Antunes

A freguesia de Aveleda, em Braga, voltou a honrar Nossa Senhora do Parto com a realização de uma majestosa procissão, que decorreu este domingo.

Este ano, o Agrupamento de Escuteiros de Aveleda dedicou-se à realização destas festividades para manter esta tradição religiosa que dignifica esta freguesia.

© Angélica Antunes

Carlos Guimarães, presidente da União de Freguesias de Celeirós, Aveleda e Vimieiro, congratulou o Agrupamento de Escuteiros de Aveleda que se uniu para realizar estas festividades, após paragem forçada causada pela pandemia.

“Tivemos as Festas de Celeirós, depois as de Vimieiro e terminamos agora em Aveleda. O meu primeiro agradecimento é para o Agrupamento 207 de Aveleda que pegou nesta festa porque infelizmente até há uns meses atrás não havia comissão para fazer a Festa de Nossa Senhora do Parto. Estávamos um bocado apreensivos que depois de dois anos de paragem não houvesse quem pegasse nesta festa, mas felizmente o Agrupamento de Escuteiros de Aveleda conseguiu reunir forças, conseguiu reunir meios, também com a ajuda da Junta de Freguesia, para levar a bom porto estas festividades que já se realizam há muitos anos e que são um marco na Paróquia de Aveleda”, felicitou o autarca.

© Angélica Antunes

Carlos Guimarães lançou ainda o desafio à comunidade de Aveleda para realizar uma Comissão de Festas para o próximo ano. “Para nós é um motivo de orgulho realizar esta festa nos moldes que estamos a fazer. O Agrupamento de Escuteiros de Aveleda realizou a festa em poucos meses porque, por norma, as comissões de festa começam a trabalhar entre outubro e novembro e têm quase um ano para preparar tudo, e os escuteiros conseguiram preparar as festas em meia dúzia de meses, e é de louvar este empenho. Lanço o desafio à população da Paróquia de Aveleda para que alguém se junte novamente para preparar esta festa para o próximo ano para não ser em cima da véspera”, apelou o presidente.

© Angélica Antunes

Olga Pereira, vereadora da Câmara Municipal de Braga, marcou presença nestas festividades. “É com muito agrado que o Município vê o entusiasmo da população em aderir a estas festividades que têm um caráter religioso muito forte e, portanto, há aqui verdadeiras manifestações de fé ao longo destas ruas de proximidade da Igreja. Nota-se um entusiasmo muito grande das pessoas, um desejo muito grande de celebrar, de estarem juntas e de conviverem e, portanto, é realmente muito gratificante poder testemunhar toda esta experiência e partilhar também com as pessoas aqui da freguesia, esta festa de Nossa Senhora do Parto”, sustentou a vereadora.

Por seu turno, Rita Marques, chefe do Agrupamento de Escuteiros de Aveleda, salientou a importância da realização desta festa para manter viva esta tradição religiosa. “O que nos levou a aceitar este desafio foi de dar continuidade a estas festas porque já se realizam há muitos anos. Depois da pandemia, não podíamos permitir que não continuasse e, por isso, foi o nosso principal objetivo em realizá-la. A comunidade esteve sempre presente e surpreendeu-nos depois de tanto tempo sem festa, mas sempre esteve unida a nós e ajudaram-nos em tudo”, agradeceu Rita Marques.

© Angélica Antunes

Para Jorge Esteves, Pároco de Aveleda, a Procissão de Nossa Senhora do Parto reúne as pessoas num ambiente de fé, congratulando os mais jovens pela participação ativa nestas festividades. “É bom para a comunidade sentir este clima de comunhão entre as pessoas, mas ao mesmo tempo, o que une estas pessoas é este ambiente de fé, e é uma forma de proclamar na nossa comunidade ao redor da Senhora do Parto e pedir auxílio e proteção para que Ela continue a cuidar de nós junto de Deus. No próximo ano temos um evento importantíssimo, que são as Jornadas Mundiais da Juventude. Estas atividades que a igreja vão proporcionando são acontecimentos bonitos na vida deles”, afirmou o Pároco.

© Angélica Antunes

A procissão contou com a participação de 150 figurados, sete andores e três bandeiras, os elementos do pálio, a Banda Musical de Vila Nova de Anha, a Fanfarra dos Escuteiros de Aveleda e o Grupo Folclórico Santa Maria de Aveleda.

A reportagem teve o apoio à produção da União de Freguesias de Celeirós, Aveleda e Vimieiro

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS