Sexta-feira, Abril 12, 2024
17.6 C
Braga
PolíticaLegislativasBloco de Esquerda defende reforço do SNS e dignificação dos seus profissionais

Bloco de Esquerda defende reforço do SNS e dignificação dos seus profissionais

© Bloco de Esquerda

Marisa Matias e Bruno Maia, cabeça de lista no Porto e em Braga pelo Bloco de Esquerda, respetivamente, reuniram com a Direção da Federação Nacional dos Médicos (FNAM). 

O partido reafirmou o seu compromisso com “uma revisão da carreira dos médicos que implique valorização salarial, reconhecimento das atividades letivas e de investigação”. “Foi também reconhecido, de parte a parte, que a proposta de dedicação plena aprovada pelo governo cessante coloca em causa direitos fundamentais dos médicos, como o descanso compensatório e não é suficiente para fixar médicos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) ou atrair os que já saíram do SNS”, refere o Bloco de Esquerda, acrescentando que o partido e a FNAM “têm projetos de dedicação exclusiva para os médicos, com majoração do salário e respeito pelo direito ao descanso e à vida privada dos médicos.” 

O Bloco de Esquerda apresentou as contas para um plano de implementação da exclusividade para 60% dos médicos do SNS, com majoração salarial de 40%, com um custo estimado de 500 milhões de euros. “Este investimento permitiria reduzir, ou até eliminar, os gastos que o SNS atualmente tem, com a contratação de tarefeiros, mais de 100 milhões de euros, e com horas extraordinárias, atualmente de 300 milhões de euros por ano”, finalizou o partido.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES