Segunda-feira, Junho 17, 2024
16.2 C
Braga
BragaArquivo Municipal de Braga começou a ser transferido para as novas instalações

Arquivo Municipal de Braga começou a ser transferido para as novas instalações

Os documentos serão disponibilizados para consulta a partir de setembro, na antiga Escola Francisco Sanches.

© CM Braga

A Câmara de Braga já deu início ao processo de transferência do Arquivo Municipal para as novas instalações, situadas na antiga Escola Francisco Sanches, em São Victor.

A documentação, incluindo o arquivo histórico até agora instalado no edifício dos Paços do Concelho, será alvo de tratamento por anoxia (quarentena) e estará inacessível para consulta durante o processo de tratamento e higienização. O arquivo será disponibilizado progressivamente para consulta, interna e externa, a partir do mês de setembro.

O arquivo de urbanismo, o último a ser transferido, estará inacessível durante o seu processo de transferência. A partir da segunda quinzena de julho, a consulta interna e externa desta documentação passará a ser feita nas novas instalações do Arquivo Municipal.

Durante uma visita realizada ao futuro arquivo, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, destacou “o enorme potencial daquele equipamento que será uma referência para a dinâmica cultural da cidade”.

© CM Braga

“Este edifício irá receber o Arquivo Municipal, incluindo o arquivo histórico, o espólio do Museu da Imagem, da Casa dos Crivos e de outros espólios culturais do Município. Foram criadas salas de consulta, uma biblioteca, uma zona de tratamento e higienização de documentos, salas de leitura, espaços para exposições, entre outras valências, que farão deste um espaço de referência não apenas para a cidade, mas para toda a região”, salientou Ricardo Rio.

Já para a vereadora Olga Pereira, que tutela o pelouro da Gestão e Conservação dos Equipamentos Municipais, “foram criadas condições de preservação dos documentos e outros suportes que permitem a interpretação da nossa história. Os historiadores e outros investigadores terão aqui um espaço de excelência”.

Recorde-se que o projeto da antiga Escola Francisco Sanches implica a reabilitação geral de todo o edifício, dotando as suas divisões com conforto e renovação necessárias para albergar funções culturais. O objetivo passa por maximizar o enorme potencial do espaço e aproveitar a sua centralidade. Com um investimento superior a 1.7 milhões de euros, o projeto está alinhado com a estratégia cultural da Cidade para 2030.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

PUBLICIDADE

NEWSLETTER

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES