Quinta-feira, Abril 18, 2024
23.4 C
Braga
Reportagem2.º Encontro da Comunidade Educativa de Braga deu voz às crianças e...

2.º Encontro da Comunidade Educativa de Braga deu voz às crianças e jovens do concelho

© Angélica Antunes

A Federação das Associações de Pais (FAP), em parceria com a Câmara Municipal de Braga, organizou, esta quinta-feira, o 2.º Encontro da Comunidade Educativa. A cerimónia decorreu no Espaço Vita e teve como objetivo reunir todas as comunidades escolares, pais, encarregados de educação e parceiros.

© Angélica Antunes

Carla Silva, presidente da Direção da FAP Braga, realçou a importância desta iniciativa que pretende unir a comunidade e dar “mais voz” aos alunos. “Neste segundo encontro, enquanto federação, decidimos que era importante as palavras ‘união’, ‘partilha’, ‘comunicação’ e ‘inclusão’. São estas as quatro palavras que considerámos importantes ao pensarmos no evento para dar voz às crianças e jovens e é essa mensagem que queremos reforçar”, disse a responsável, acrescentando que participaram no encontro cerca de 125 crianças e jovens.

© Angélica Antunes

Por seu turno, Luís Pedroso, presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, que marcou presença na cerimónia, parabenizou a FAP e todas as associações que trabalham em prol da comunidade educativa.

© Angélica Antunes

“A FAP é um conjunto de várias associações e eu, como presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, posso afirmar que tenho excelentes associações de pais que fazem a ponte e que são úteis às suas escolas. Por isso, deixo uma palavra de apreço aos pais que dão um pouco de si em prol da comunidade. Apelo a todos os pais para darem um pouco de si em prol dos outros para tornar a escola mais fácil de gerir”, referiu o autarca.

© Angélica Antunes

Em representação da Câmara Municipal de Braga esteve Carla Sepúlveda, vereadora da Educação. “Os projetos educativos são de excelência e muitos deles passam despercebidos a alguns pais. São estas iniciativas que acabam por realçar o trabalho que as escolas fazem em prol do bem-estar dos seus alunos e os pais também vêem que a escola é muito mais do que um centro de aprendizagem. É um centro multidisciplinar que acaba por contribuir pelo bem-estar do desenvolvimento pessoal e cultural dos seus educandos”, sustentou a vereadora.

O encontro proporcionou vários momentos artísticos onde também foram premiados os projetos desenvolvidos nas escolas.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES