Quinta-feira, Maio 26, 2022
18.6 C
Braga
InícioReportagem1º Encontro da Comunidade Educativa de Braga homenageia povo da Ucrânia

1º Encontro da Comunidade Educativa de Braga homenageia povo da Ucrânia

© Angélica Antunes

A Federação das Associações de Pais, em parceria com a Câmara Municipal de Braga, organizou, esta quinta-feira, o 1º Encontro da Comunidade Educativa para premiar as escolas do concelho. A cerimónia decorreu no Museu D. Diogo de Sousa, onde foi ainda dedicado um minuto de silêncio pelo povo da Ucrânia.

Este encontro distinguiu vários projetos das comunidades escolares do concelho e celebrou o que de melhor se faz na comunidade bracarense para um desenvolvimento mais feliz da criança no espaço escolar, numa iniciativa conjunta com a CONFAP, LeYa e do psicólogo Eduardo Sá.

Carla Silva, presidente da Direção da FAP Braga, falou da importância desta iniciativa para celebrar “o que há de bom em cada comunidade”. “Quisemos reunir, não só todos aqueles que pertencem à comunidade, independentemente de serem escolas públicas, privadas, jardins de infância ou universidades, mas convidámos todos a estarem presentes, porque é necessário, depois de dois anos de pandemia e com uma guerra que está a decorrer, juntar toda a gente e celebrar o que há de bom em cada comunidade”, disse.

O Padre Vasyl Bundzyak, presidente da Associação do Centro Social e Cultural Luso-Ucraniano, marcou presença neste encontro, tendo demonstrado a sua gratidão para com a homenagem realizada ao povo da Ucrânia. “Hoje vai realizar-se um minuto de silêncio pelos ucranianos que estão a sofrer. Acho este momento muito importante e por isso quero agradecer ao povo bracarense por este gesto solidário com o povo ucraniano, pela maneira solidária como eles acolhem aquelas crianças e mulheres que fogem da guerra e, por isso, o meu muito obrigado”, agradeceu o Padre Vasyl Bundzyak.

Luís Pedroso, presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, mostrou-se agradado com esta homenagem por parte da comunidade escolar. “Comecei a minha vida associativa numa Associação de Pais e estes pais merecem o nosso reconhecimento, ainda por cima num dia que vamos reconhecer e vamos dar prémios às escolas premiadas e também esta singela homenagem que vai ser feita ao povo ucraniano por todo o sofrimento que está a sentir, por isso esta iniciativa é de aplaudir. Fiquei muito sensibilizado por se lembrarem pelo povo que está a ser escravizado e martirizado e é de louvar esta homenagem”, sublinhou o autarca.

© Angélica Antunes

Por sua vez, Carla Sepúlveda, vereadora da Educação da Câmara Municipal de Braga, afirmou que este momento “é muito importante para todos, não só pela questão dos prémios, mas pela solidariedade hoje demonstrada pelos ucranianos”. “Faz um mês deste triste acontecimento mundial e de facto é um evento de extrema importância para eles e para nós todos. Estas iniciativas são de apoiar no sentido de restabelecer aquilo que eles perderam durante estes dois anos com a pandemia e, assim, podermos de facto marcar aqui os momentos importantes da vida deles e este é mais um que fica para sempre”, sustentou a vereadora.

Além da atribuição de prémios às escolas, a cerimónia foi marcada por vários momentos de representação de crianças de vários agrupamentos de escolas. Foi também declamado um poema em ucraniano por um aluno da Ucrânia.

Apoie a Braga TV

A Braga TV precisa do seu contributo, caro leitor.

Contribua com o seu donativo para que possamos continuar a dar informação aos nossos leitores.

Apoie aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS