Segunda-feira, Agosto 15, 2022
17.3 C
Braga
InícioRegiãoGuimarãesUniversidade do Minho comemora o 48º aniversário no Teatro Jordão em Guimarães

Universidade do Minho comemora o 48º aniversário no Teatro Jordão em Guimarães

© CM Guimarães

A Universidade do Minho realiza a cerimónia do seu 48º aniversário esta quinta-feira, 17 de fevereiro, pelas 11:00, no Teatro Jordão, em Guimarães.

Na sessão vão discursar o reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, o presidente da Associação Académica da UMinho, Duarte Lopes, o presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, e a presidente do Conselho Geral da UMinho, Joana Marques Vidal.

Prevê-se igualmente o cortejo académico, a entrega de diplomas e prémios de mérito, uma performance dos alunos de Teatro e de Música da Escola de Letras, Artes e Ciências Humanas e a atuação do Coro Académico da UMinho. A cerimónia pode ser acompanhada no YouTube da UMinho, aqui.

O programa comemorativo inclui ainda, às 10:00, o descerramento da placa de reabertura do histórico edifício, que a par da vizinha e também renovada Garagem Avenida vai agora acolher os cursos de Teatro e de Artes Visuais da UMinho. O momento conta com a presença do arcebispo primaz de Braga, D. José Cordeiro. O foyer do Teatro Jordão tem também patente a exposição retrospetiva “A Avenida do Jordão”.

De tarde, às 15:30, vai ser inaugurada na Garagem Avenida a exposição “Atelier Aberto LAV 2018-2022”. Trata-se do trabalho realizado pelos estudantes da licenciatura em Arte Visuais nas disciplinas de Atelier e, também, da documentação de atividades pedagógicas e extracurriculares deste curso lançado em 2018.

As celebrações têm o tema “A Universidade e a Arte de Ouvir” e terminam no sábado, dia 19, também no Teatro Jordão, com um espetáculo da Orquestra da Universidade do Minho e Mateusz Stasto (viola d’arco) a solo, sob a direção do maestro Vítor Matos. A atuação está marcada para as 21h30 e o reportório inclui “Concerto para viola e orquestra em ré maior”, de Carl Stamitz, e “Sinfonia nº 2 em ré maior”, de Johannes Brahms.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS