Segunda-feira, Abril 22, 2024
17.3 C
Braga
EducaçãoUMinho lidera projeto europeu para criar espaços digitais de interação entre os...

UMinho lidera projeto europeu para criar espaços digitais de interação entre os leitores

O projeto também vai contar com ações para capacitar os leitores e investigações na área.

ELACH © UMinho

A Universidade do Minho (UMinho) lidera um projeto europeu para criar espaços digitais de interação entre os leitores, além de ações para os capacitar e investigações na área. Chama-se “Lirensemble”, junta dez universidades e é cofinanciado em 250 mil euros pelo programa Erasmus+ até 2026. O lançamento do projeto ocorre a 28 de março, às 09:30, no auditório B2 do campus de Gualtar, em Braga.

“Ler é uma experiência ativa da literatura: dar voz ao texto, abordar a obra e expressar gostos de leitura são formas de compartilhar a construção de nós e do mundo, os conhecimentos e habilidades sensíveis, os valores como respeito e liberdade”, diz a investigadora responsável, Maria Jesus Cabral. “Neste projeto vamos impulsionar a diversidade, o multilinguismo, a transformação digital e a interação cultural através da leitura, apoiando a aprendizagem não formal no espaço europeu”, realça a professora da Escola de Letras, Artes e Ciências Humanas (ELACH) da UMinho.

“Lirensemble – Reading Communities, Shaping Identities” tem como objetivos a investigação, a formação avançada e o desenvolvimento de competências de leitura e interpretação, considerando fatores influenciadores nas experiências dos leitores. Visa criar coleções personalizadas e espaços de interação entre os leitores, como a plataforma digital Lirensemble. O projeto está articulado com a rede interinstitucional LEA! Lire en Europe Aujourd’hui, sediada no Centro de Estudos Humanísticos da UMinho (CEHUM), que desde 2008 promove estudos, publicações, formações pós-graduadas/avançadas e atividades no âmbito da leitura literária.

O encontro do dia 28 vai contar com os representantes do consórcio, formado pelas universidades do Minho, Porto (Portugal), Antuérpia (Bélgica), Cádis, Valência (ambas de Espanha), Masarykova (Chéquia), Pazmany Peter (Hungria), Paris-Nanterre, Paris 3 (França) e Roma Sapienza (Itália). Na abertura intervêm o coordenador da rede LEA!, Franc Schuerewegen; a vice-reitora da UMinho, Filomena Soares; o presidente da ELACH, João Cardoso Rosas; o diretor do CEHUM, Vítor Moura; e Maria de Jesus Cabral.

PARTILHE A NOTÍCIA

LEIA TAMBÉM

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAGEM

POPULARES